quarta-feira, 12 de março de 2014

CANTOR CEZZINHA É ACUSADO DE AGRESSÂO PELA CANTORA ELBA RAMALHO



Jorge Cavalcanti

 / Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem

Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem

A cantora Elba Ramalho, 62 anos, já relatou ter vivido situações de agressões físicas mútuas, impulsionadas por excesso de bebida alcoólica, com o ex-companheiro César Carvalho. O sanfoneiro Cezzinha, 30, como é mais conhecido, é agora investigado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia da Mulher, por suspeita de agressão a uma ex-namorada, a advogada Fabiana Fernandes, 33. O inquérito corre em segredo de justiça e está perto de ser concluído, segundo a delegada Gerlune Maria Monteiro.

Devota de Nossa Senhora e hoje militante do Movimento Pró-Vida, Elba Ramalho chegou a dar um longo testemunho sobre sua vida pessoal durante cerimônia religiosa. Falou desde o aborto que realizou na juventude, numa clínica do Recife, até o fim de dois casamentos. O último deles com Cezzinha, em 2010. “Ele bebia, ficava agressivo. A gente se batia. Eu, que não mato nem um mosquito, já estava no ponto de, ele dava uma e eu dava cinco. Ou seja, eu tinha caído. Eu estava na boca da fornalha”, desabafa, no vídeo postado no YouTube.

As declarações de Elba podem ser ouvidas em gravação que circula no site de compartilhamento. O vídeo foi postado em novembro de 2012 e tem quase 50 minutos de duração. Dos 28 minutos e 54 segundos em diante, a cantora fala sobre a relação com o sanfoneiro. “Estou na minha decadência com esse relacionamento. Confesso a vocês. Não posso dizer que ele era um psicopata. Seria um pecado meu estar julgando uma pessoa. Eu estava muito apaixonada. Era carne pura. Não existia nada de alma. Existia somente a paixão. Olha, conheci várias mulheres passando por essa situação. Você fica aprisionado. Você sabe que está lidando com o mal”, discorre.
Em seguida, a artista conta como foi o fim do relacionamento. “Minha produção dizia: tira ele da banda. E eu dizia: não, eu vou sair com ele do meu lado. A última turnê, de 30 shows que fizemos juntos, eu tinha uma viagem marcada para Nova Iorque (...) No último dia de show, eu estava tão fortalecida, gente. Terminou o show, eu apresentei ele do mesmo jeito, fulano, cantei com ele, dancei. Quando terminou o show, olhei para minha produtora e falei: me leva para casa. Ela: e César? Eu falei: Esqueça, acabou. Fui para minha casa, não precisei explicar nada. Ele percebeu.”

Ao JC, a assessoria da cantora confirmou a veracidade do testemunho. Mas não quis dar detalhes de quando e onde foi gravado. Já o advogado do sanfoneiro, Arnaldo Escorel, disse que desconhecia o vídeo e preferiu não comentá-lo, alegando que o testemunho de Elba Ramalho não possui vínculo com a denúncia formalizada pela advogada e também ex-companheira de seu cliente.

“César Carvalho informa a todos os cidadãos e ao público, principalmente aos seus fãs, que jamais agrediu a senhora Fabiana, nem qualquer outra mulher em sua vida”, diz um trecho da nota divulgada após a formalização da denúncia de Fabiana Fernandes.