quarta-feira, 12 de março de 2014

CEZZINHA NEGA ACUSAÇÕES DAS EX COMPANHEIRAS....

Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (12), o sanfoneiro César Carvalho, 30 anos, conhecido como Cezzinha, negou ter agredido a cantora Elba Ramalho, 62, e a ex-namorada, a advogada Fabiana Fernandes, 33. Acompanhado por seu advogado, Arnaldo Escorel, o músico compareceu ao encontro com a imprensa realizado no hotel Golden Tulip, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, por volta das 17h30.
Classificando as últimas notícias sobre os supostos casos de agressão como "uma campanha difamatória", o sanfoneiro leu em voz alta um comunicado onde se eximia da responsabilidade de ter agredido as ex-companheiras.
A coletiva de imprensa foi motivada pela divulgação do vídeo que circula no site de compartilhamento YouTube onde Elba Ramalho testemunha sobre sua vida pessoal. Na gravação, a cantora de 62 anos relata ter vivido situações de agressões físicas mútuas, impulsionadas por excesso de bebida alcoólica, com o ex-companheiro.
Sobre a difusão do testemunho de Elba, Cezzinha se disse "na obrigação de reparar esse mal dispensado a ela". Segundo ele "em nenhum momento poderia ter ocorrido, posto que Elba é uma pessoa maravilhosa, a quem guardo no coração por toda a eternidade".
Quanto a denúncia acerca da agressão a advogada Fabiana Fernandes, sua ex-namorada, Cezzinha declarou que "conflitos entre casais sempre vão existir. Porém, estes não se traduzem, necessariamente em violência doméstica". "Jamais agredi a senhora Fabiana e tampouco qualquer outra mulher na minha vida", desabafou.
O cantor afirmou estar sendo vítima de alguém que, supostamente, estaria forjando testemunhos e mudando a realidade dos fatos. Em trecho do comunicado, Cezzinha afirmou que "algumas pessoas" fazem uso da Lei Maria da Penha, segundo ele, um avanço para a sociedade, "para provocar mal e atingirem objetivos escusos".
"Tenho a convicção que toda a verdade virá à tona e que a minha inocência estará comprovada", leu o sanfoneiro.