quarta-feira, 19 de março de 2014

PCR E OBSERVATÓRIO DO RECIFE FIRMAM PARCERIA PARA COMPARTILHAMENTO DE INFORMAÇÃO






Proposta partiu do prefeito Geraldo Julio, que anunciou a iniciativa durante o lançamento dos indicadores da cidade
 


      A Prefeitura e o Observatório do Recife vão firmar uma parceria para o compartilhamento permanente de informações sobre a cidade em todas as áreas de atuação do poder público. A proposta partiu do prefeito Geraldo Julio, que anunciou a iniciativa na noite desta terça-feira (18), durante o lançamento da 4ª edição dos Indicadores da Cidade do Recife, realizado no auditório do Centro de Artesanato. Uma reunião entre todo o secretariado municipal e representantes da entidade será agenda para iniciar o trabalho. Em pauta, a avaliação dos índices divulgados pelo movimento.

      "Vamos trabalhar juntos, fazer uma reunião com todos os meus secretários, avaliar os números e debater as melhorias que podemos propor para a cidade", destacou Geraldo Julio. De acordo com o prefeito, os levantamentos do Observatório são fatores que podem orientar a gestão e esclarecer também a sociedade. “Este é um documento muito importante, elaborado por especialistas que acreditam em um Recife melhor. São indicadores que orientam várias áreas e que devem ser utilizados não só pela nossa gestão, mas por toda a sociedade para acompanhar o desempenho do Recife, sobretudo no médio e longo prazos”, pontuou.

      A publicação reúne 100 indicadores com dados consolidados sobre o Município, divididos em áreas temáticas como governança, saúde, educação, trabalho e renda, juventude, cultura, meio ambiente, segurança e mobilidade. Seu objetivo é repassar aos recifenses informações estatísticas sobre a evolução de cada segmento. Para o prefeito, trata-se de um mecanismo fundamental para o controle social. “Eu acredito que vamos ter mais qualidade de vida e um lugar melhor para se viver quando esse controle social ganhar ainda mais força. A transformação da informação no mundo permite que isso possa acontecer. Certamente, a disponibilização desses indicadores vai direcionar a atuação do nosso governo”, argumentou Geraldo.

      Segundo o consultor Francisco Cunha, que integra o Observatório do Recife, a articulação entre o movimento e a prefeitura é um ganho para a cidade. “Acho fundamental o diálogo com a PCR. São fundamentais as atividades de organização de informações e de organização de atuação em relação à demanda para o poder público pela sociedade civil organizada; principalmente quando é feito através de uma parceria que potencializa as ações. Com toda a certeza, os recifenses sentirão os efeitos desta parceria. A cidade só tem a ganhar”, ressaltou.

Arthur Cunha
Gerente de Relações com a Imprensa