sábado, 16 de agosto de 2014

ROSA E BARTOLOMEU PODEM SER EXPULSOS DO PT


Militantes históricos do Partido dos Trabalhadores em Garanhuns manifestam vontade de expulsar Rosa e Bartolomeu Quidute da legenda, por se sentirem traídos pela vice-prefeita e seu marido, que abandonaram as orientações partidárias e declararam voto em candidatos da oposição ao PT.
A reclamação maior é que o casal declarou não votar em João Paulo para o senado, candidato do partido, preferindo Fernando Bezerra Coelho (PSB). Além disso, estão com Paulo Câmara (PSB) e Gersinho (Solidariedade), também de um partido de oposição a aliança PTB/PT.
O blog entrou em contato com Francisco Alencar, presidente em exercício do Diretório Municipal do PT em Garanhuns. Ele revelou que Rosa Quidute assinou e registrou em cartório um termo de compromisso com a legenda e o seu descumprimento causou aborrecimento aos membros do Partido. Agora o assunto será encaminhado para a Comissão de Ética e depois remetido ao Diretório Estadual, em momento oportuno.
Francisco Alencar disse ainda que o PT de Garanhuns mantém o apoio total a Armando Monteiro para governador e João Paulo para o senado e que continua na base aliada do prefeito Izaías Régis, garantindo a aliança para 2016. O dirigente petista no município informou que Bartolomeu é o único dissidente na Executiva Municipal,  uma vez que Rosa não faz parte da direção partidária. 


http://robertoalmeidacsc.blogspot.com.br/2014/08/rosa-e-bartolomeu-podem-ser-expulsos-do.html