domingo, 21 de setembro de 2014

ATAQUES ENTRE IZAÍAS, ZAQUEL, ZÉ DA LUZ E SIVALDO DEVEM DEIXAR A DISPUTA EM GARANHUNS MAIS ACIRRADAS.



“Izaías desviou verbas do Ministério do Turismo que foram destinadas para o São João de Caetés. A União repassou R$ 270 mil para o município através da ACIAGAM e a prefeitura só recebeu R$ 20 mil”. “Zé da Luz tem vários processos contra sua gestão em Caetés. Ele não tem condições de falar mal de mim. Eu nunca fui processado na vida e nem serei”. As declarações são, respectivamente, do ex-prefeito de Caetés, Zé da Luz (PHS) e do atual do Prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), registradas, recentemente, pelo Portal Agreste Agora.   
As rusgas, vivenciadas nos últimos dias durante caminhadas políticas por comunidades de Garanhuns, podem levar um leitor pouco atento a imaginar que o tempo não passou e ainda vivemos as eleições de 2012, quando os políticos foram adversários. Mas a cronologia esta correta e o teor das declarações só demonstram o nível da campanha política em Garanhuns, que tem em Izaías e Zé da Luz, os principais aliados dos vereadores e candidatos a Deputado Estadual, Zaqueu Lins (PDT) e Sivaldo Albino (PPS), respectivamente.  
O clima quente também chegou aos candidatos e Sivaldo, que depois de caminhar com Izaías nas eleições de 2012, virou oposição em 2013, aproveitou a deixa de Zé da Luz e emendou: “eles contrataram Léo & Banda que cobrava um cachê de R$ 800,00 e na prestação de contas ao Ministério do Turismo o valor subiu para R$ 15 mil”, disparou Albino, em entrevista exclusiva ao www.agresteagora.com.
A ofensiva de Sivaldo logo teve a resposta de Régis, que depois de considera-lo um político em formação, taxando-o de “protótipo”, desafiou Albino a apresentar provas de suas acusações. “Dê provas de que eu cometi esses desvios! Eu não tenho nenhum processo na Justiça. Tudo isso são invenções políticas”, bradou, registrando em seguida a reportagem do Portal Agreste Agora: “eu não era o presidente da ACIAGAM na época das denúncias dos shows fantasmas e superfaturados, como Ele (Zé da Luz) disse. Ele sim é o homem mais processado por desvio de dinheiro público”, atacou Izaías.
Até mesmo Zaqueu, que adota uma postura política mais cautelosa, entrou na onda dos ataques e acusou Zé da Luz de traí-lo. “Zé me virou as costas. Ele disse que eu sou um boneco de Izaías e que estou sendo usado pelo Prefeito para atender a uma estratégia de não eleger nenhum Deputado Estadual”, pontuou Lins, que ainda registrou em matéria publicada no Agreste Agora ter sido abandonado pelo Humanista, e finalizou emendando: “não quero de forma alguma o apoio dele”, desabafou.
Para alguns analistas políticos na Cidade, essa briga entre os candidatos e seus cabos eleitorais, seguirá até o dia do pleito – 5 de outubro. É que além de chamar a atenção do eleitor para o acirramento da eleição, municipalizando-a, ainda polariza as duas candidaturas em detrimento aos demais candidatos a Estadual radicados em Garanhuns: Gersinho Filho (SD); Professor Jaílton (PSOL) e Pastor Wellington Carneiro (PP). 

DO BLOG DE CARLOS EUGÊNIO


CONOSCO: TEMOS DITO.... ESSA SITUAÇÃO FARÁ MAIS DEPUTADOS FORASTEIROS E CORREMOS O RISCO DE NÃO ELEGERMOS UM GARANHUENSE...