segunda-feira, 6 de outubro de 2014

FILIG; UMA BOA OPÇÃO PARA COMEMORAR O DIA DAS CRIANÇAS


Você já tem uma programação para o Dia das Crianças? Que tal conhecer o Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns(Filig), que durante quatro dias, de 9 a 12 de outubro, vai movimentar a cidade de Garanhuns, no Agreste pernambucano.

O Festival, que vai reunir ilustradores e escritores brasileiros e internacionais, será recheado de atividades, todas gratuitas. A programação foi pensada para que a criançada mergulhe no mundo dos livros e solte a imaginação.

As atividades começam no dia 9 de outubro, às 9h, no Sesc Garanhuns, com oficinas de literatura de cordel, de leitura imagética e de ilustração. As inscrições para as oficinas são gratuitas e podem ser feitas no site do festival(http://filigfestival.com.br/), onde está toda a programação do Festival.

Depois das oficinas, será a vez dos bate-papos com os convidados, que também acontecem no Sesc Garanhuns. Da Argentina vem Florencia Esses, autora de poesia e contos para crianças, com experiência na área de formação de leitores; e a ilustradora Eleonora Arroyo, que tem uma vida dedicada à educação pela arte. Da Colômbia desembarca a premiada escritora Irene Vasco que há mais de 25 anos escreve para a criançada.

O dia todo – Após uma paradinha para o almoço, as atividades do Filig recomeçam todos os dias às 15h, com o Grupo Encantadores de História da Biblioteca Casa da Gente de Garanhuns, que vai fazer uma roda de leitura, no Parque Ruber Van Der Linder (Pau Pombo), local onde a criançada encontrará também uma biblioteca ao ar livre e uma feira de livros.

O Parque Pau Pombo, que já é uma atração po si só pela variedade de flores e animais, será palco das performances de ilustradores, a partir das 16h. Braga Câmara, Laerte Silvino e Nireuda Longobardi são alguns dos nomes que movimentarão o espaço.
O ilustrador Laerte Silvino já adaptou para os quadrinhos clássicos da literatura nacional, como Gonçalves Dias e Machado de Assis, além de ilustrar personagens do folclore, como a “Iara”. Nireuda Longobardi é especialista em xilogravuras e kiriê, técnica surgida na China. No kiriê, os desenhos são feitos com cortes de estilete no papel. Já o ilustrador recifense Braga Câmara tem dois livros premiados pela Academia Pernambucana de Letras:’O aprendiz de Don Juan’ e ‘A visão do mundo de um cãozinho de estimação’.

As atividades da tarde ainda incluem Bate- Papo com autor e lançamentos de livros, além de apresentações culturais das escolas de Garanhuns.
O Filig – O Festival Internacional de Literatura Infantil(Filig) é uma realização da Proa Cultural, com patrocínio da Ferreira Costa e apoio da Prefeitura de Garanhuns, através da Secretaria de Educação Municipal, do Serviço Social do Comércio (Sesc Garanhuns), da TV Pernambuco (TVPE) e da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (AEILIJ).
Sobre as oficinas

Todas as oficinas do Filig são gratuitas, mas as idades das crianças podem variar de oficina para oficina. A oficina de Literatura de Cordel, que vai trabalhar os versos rimados, é voltada para crianças de 10 a 12 anos, que já sabem ler e produzir textos. Os mais novos, a partir dos 6 anos, podem aprender a trabalhar técnicas de ilustração e desenho livre com o ilustrador Braga Câmara. As crianças, acima dos 8 anos podem partipar da Oficina de Leitura Imagética, para criar textos não verbais, a partir de técnicas como a colagem. As incrições para as oficinas já estão abertas e devem ser feitas no sitehttp://filigfestival.com.br/.
Um passeio por Garanhuns

Localizada entre sete colinas, Garanhuns é uma cidade no interior de Pernambuco com clima de montanha, paisagem sempre verde e com uma variedade de flores espalhadas pelos jardins e parques, por isso ganhou o título de Cidade das Flores ou, Suíça Pernambucana.
Durante o Filig, aproveite para conhecer a cidade e suas inúmeras atrações turísticas:o Relógio das Flores, na Praça Tavares Correia e os parques Euclides Dourado, ou dos Eucaliptos, e Ruben Van der Linden, também conhecido como Pau Pombo.

Na cidade, há ainda o Espaço Cultural Luís Jardim e o Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti. Um pouco mais afastado do Centro, estão o Castelo de João Capão e a cachoeira de Inhuma. Para a festa ficar completa, além de muita leitura, passeios gostosos, uma sugestão é um bom chocolate quente no fim do dia! É ou não uma boa opção para comemorar o Dia das Crianças?

Fonte: Secom-PMG
Texto: Giovana Mesquita
Imagem: Divulgação