segunda-feira, 20 de outubro de 2014

IZAÍAS RÉGIS: "SOU CANDIDATO A REELEIÇÃO; MEU VICE SAIRÁ DA CÂMARA DE VEREADORES EM 2016"


Na manhã da última quinta-feira (9), a cidade de Garanhuns acompanhou pelas ondas sonoras da tradicional rádio Jornal, que pertence ao SJCC (Sistema Jornal do Comércio de Comunicação) entrevista concedia pelo atual prefeito de Garanhuns Izaías Régis Neto (PTB), concedida ao radialista Eduardo Peixoto. A entrevista tratou de diversos temas. O prefeito trouxe informações de investimentos maciços e citou especificamente onde pretende injetar dinheiro do município. Falou sobre geração de emprego e renda, além de contabilizar obras que vem sendo realizadas em seu governo.

Falou da reforma na Ceaga, da Avenida Santo Antônio, a chegada do empreendimento da casa das balas, a construção da UPA 24 horas e do projeto que vai oferecer internet gratuita. Adiante esclareceu questões sobre obra que já está sendo realizada nas proximidades do Mãe Rainha, no Manoel Chéu, várzea, Jardim Colibri, Aluísio Pinto, Vale do Mundaú e da duplicação da BR 423.

Mais afrente, o petebista revelou que será oposição firme frente ao governador eleito no último pleito, Paulo Câmara (PSB). Além, Régis disse que é candidato à reeleição e que seu vice será um vereador. Criticou a atuação da Rádio Marano; chamou a Escola Municipal São Camilo de “chiqueiro” e terminou sua fala dizendo que o empresário Ivan Júnior, que já foi secretário municipal de Garanhuns, e que atua no segmento de vestuário, que fez uma recente análise da política local numa entrevista, não entende nada de política e que deveria “cuidar de vender seus ternozinhos e deixar a política de lado”.

Dias antes, o mesmo Izaías já tinha tratado Claudomira Andrade que foi pleiteante a uma vaga na Câmara Federal, de “Bichinha” e ainda alegou que pessoas estariam “endoidecendo” a cabeça de Claudomira para ser candidata a prefeita. O prefeito disse que os 6.426 votos obtidos em Garanhuns por parte da candidata não a colocavam com credenciais à disputa pelo executivo local.

FALA GIDI SANTOS:

Fato: ninguém deu muito ouvido a Régis, principalmente na comitiva da Frente Popular de Pernambuco. Claudomira não emitiu nota no que se refere ao que foi dito por Izaías que mencionou seu nome, tão pouco Geraldo Júlio que foi criticado na capital pelo mesmo petebista ainda no pleito que trazia a corrida pelo governo do estado. Ivan Júnior, menos ainda.

Sivaldo será acionado na Justiça, segundo o próprio Izaías. O prefeito pede 1 milhão de reais por ofensa e acusação a pessoa física dele, que difere da jurídica.

Zé da Luz e Sampainho vem trocando farpas e acusações com o prefeito quanto a questão de eventos realizados pelo então deputado, com recursos advindos do MINC (Ministério da Cultura) e que teriam sidos, segundo Sampainho e Zé da luz, desviados por Régis.

IMPORTÂNCIA DOS ENVESTIMENTOS:

É salutar o movimento em busca de investimentos. Notícia dessa envergadura nos dá muito prazer em reproduzir, nós que somos mais do que ninguém, patriotas Pernambucanos de sangue, alma e coração. Pernambuco não tem um povo, o povo é que tem Pernambuco, isso acontece em Garanhuns, se é que me entendem. O amor, carinho, gratidão e desejo de vitória é tão grande que anseia diariamente por melhorias, por conquistas. Isso é coro idealista? É sim. Um homem sem ideal não é nada. Gosto muito de citar uma frase que nos momentos acadêmicos me moveram, e moverão até o fim. A primeira é do Poeta e Escritor Espanhol José Ortega: “Sem missão, não há homem”. Outra que norteia a vida humana foi protagonizada pelo grande libertário Norte Americano Martin Luther King: “I have dream”, na tradução literal: “Eu tenho um sonho”. Nós Brasileiros, Pernambucanos, Garanhuenses, temos um sonho... O de dias melhores.

Entretanto, sem perder o cunho jornalístico, há algumas ressalvas que precisam ser feitas. Nem tudo anda as mil maravilhas como temos ouvido dos governistas. As ruas estão esburacadas, encharcadas de água acumulada quando das chuvas, além da mobilidade urbana não ser trabalhada nos dias atuais. Praças descuidadas são reflexo do descompromisso na manutenção de sua qualidade. Os marqueteiros até que são bons, não tanto quanto a realidade que vivemos.

A AMSTT (Agência Municipal de Segurança Trânsito e Transporte) não dá uma dentro. Seus guardas mais do que qualquer coisa são extremamente questionados na cidade. Pessoas próximas de vereadores se valem da amizade para fazer as queixas e serem ouvidas. Multas são aplicadas de maneira despreparada e desordenada, olha que eles andarão “armados” muito em breve, imaginem vocês o que estar por vir. Dia desses presenciei uma discussão entre um agente da AMSTT e um mototaxista. “Não consegui identificar quem era o agente de trânsito”. Na verdade eu acredito que o Mototaxista fazia mais jus a vaga do que o próprio agente, tamanho o despreparo do agente Guarda Municipal.

O Sinal instalado nas imediações da Praça Mestre Dominguinhos, na Avenida Afonso Pena é outra cobrança. Ele mais atrapalha do que contribui. Pára o tráfego que fluiria normalmente e fecha a passagem para o Corpo de Bombeiros e o Serviço médico de Urgência (SAMU). Não há espaço na via que permita seguir viagem numa ocasião de emergência quando o sinal está fechado. É lento, às vezes nos vemos com os dois sinais fechados, o sentido Avenida Caruaru/Centro e o que segue no sentido Avenida Afonso Pena/Avenida Caruaru.

                                   Sinal na Avenida Afonso Pena
                               Tânsito parado na Avenida Afonso Pena
                           Comércio com pouca estrutura no centro
    Em pleno centro da cidade praça descuidada e comércio sem estrutura

Da redação Sináculo
Texto: Gidi Santos
Edição de Texto: Selma Melo
         Imagens: Gidi Santos