segunda-feira, 10 de novembro de 2014

CHICO CÉSAR MINISTRO DA CULTURA ?


O cantor e compositor Chico César, que desde 2010 é secretário de Cultura da Paraíba, é o nome defendido pela ala do Partido dos Trabalhados que também  em 2010 sugeriu o nome de Ana de Hollanda para Ministério da Cultura. Nascido no município de Catolé do Rocha interior da Paraíba, aos dezesseis anos, Chico foi para João Pessoa, onde se formou em Jornalismo pela UFPB.

Chico César tomou posse na presidência da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), em maio de 2009 e um ano depois foi alçado ao posto de Secretário de Cultura do seu estado natal.

Pouco depois, aos 21, mudou-se para São Paulo. Trabalhando como Jornalista e revisor de textos da Editora Abril. Aperfeiçoou-se em violão, multiplicou as composições e formou seu público. Sua carreira artística tem repercussão internacional. A maioria de suas canções são poesias de alto poder de encanto linguístico.

Em 1991, foi convidado para fazer uma turnê pela Alemanha, e o sucesso o animou a deixar o jornalismo para dedicar-se somente à música. Formou a banda Cuscuz Clã e passou a apresentar-se na casa noturna paulistana Blen Blen Club. Em 1995 lançou seu primeiro disco Aos Vivos e seu primeiro livro Cantáteis, cantos elegíacos de amizade (ed. Garamond).

Em 2007 participou do filme Paraíba, Meu Amor, do cineasta suíço Jean Robert-Charrue, cuja música tema é de sua autoria

Da redação Sináculo
Texto: Roberta Jungmann
          Imagem: Reprodução / Internet