domingo, 28 de dezembro de 2014

"FÁCIL REELEIÇÃO DE IZAÍAS" É REBATIDA POR PAULO CAMELO

                O engenheiro e militante ativo do PSOL, Paulo Camelo, foi contundente ao analisar as últimas informações a cerca do cenário político registrado  em alguns Blogs quanto ao favoritismo, no atual momento, do Prefeito Izaías Régis (PTB), visando à disputa eleitoral de 2016.

           Segundo Camelo, alguns profissionais de imprensa  estão tentando iludir o eleitorado local quando,  “na realidade o que estão tentando fazer é propaganda eleitoral antes do tempo” e “estão tentando divulgar a falsa ideia de que o Prefeito Izaías Régis, deve continuar por mais quatro anos”.

             Paulo Camelo também pontuou, em comentário publicado no Blog do Jornalista Roberto Almeida, que “os políticos de Garanhuns não têm prestígio com o Governo do Estado a muitos anos, especialmente do período do ex-governador Jarbas Vasconcelos até o governador eleito Paulo Câmara” e questionou: “vocês acham pouco uma cidade do porte de Garanhuns não ter um interlocutor sequer com o Governo do Estado de Pernambuco?”, pontuou o Engenheiro, que ainda constatou: “nossa cidade não terá acesso ao governador eleito Paulo Câmara porque o Prefeito Izaías Régis não tem o mínimo prestígio ou acesso ao mesmo”, disparou Camelo, que já disputou o cargo de Prefeito de Garanhuns nas últimas quatro eleições. 

               O militante do PSOL também considera que a Prefeitura esta inchada e analisou o “rolo compressor em obras” impresso pelo Prefeito Izaías Régis. Segundo Paulo, com os cortes orçamentários previstos para 2015, Régis terá que recorrer a empréstimos para seguir realizando ações, inclusive no ano da eleição, 2016. “O ano de 2015 será de cortes no Orçamento da União e ao que me parece a máquina municipal está superlotada. Não existe como empregar tanta gente na máquina municipal (...); percebendo que haverá escassez de verba oriunda do Governo Federal, o governo Izaías Régis começa a dar sinais de que recorrerá ao BNDES para obtenção de empréstimo para ver se faz alguma coisa até 2016, ano eleitoral. Os ex-prefeitos Silvino e Luiz Carlos sempre fizeram Obras em ano eleitoral”, publicou Paulo.

              O Engenheiro, que deve disputar o pleito municipal em 2016, mostrou que não comunga com a tese de que Izaías é um “Prefeito Forte” e que o próximo pleito não será definido de véspera. “É preciso que se considere que o prefeito Izaías Régis tem um índice de rejeição natural e irreversível, independente do que ele faça ou deixe de fazer. Pensar que Izaías não terá adversário, ou que será candidato único, é o mesmo que subestimar a capacidade de mobilização e a inteligência da população. Até parece que todos nós somos otários! Nós do PSOL, não vamos ficar omisso no pleito eleitoral de 2016. Pois entendemos que deve existir um equilíbrio de forças em nossa cidade, e não aceitar que a nossa cidade seja dominada por um homem só, o prefeito Izaías, o qual representa os interesses dos Ricos e da Legião Estrangeira”, alertou Camelo, que finalizou disparando: “O Prefeito Izaías Régis se acha o dono da Cidade e o todo poderoso porque é o único político com poder econômico para bancar uma campanha eleitoral para Prefeito. A maioria dos políticos da Cidade está em Suas mãos. Mas, nós do PSOL, participamos do processo eleitoral independente de dinheiro e do poder dos representantes do Capital. O nosso objetivo é derrotá-los!”, finalizou Paulo Camelo.

com informaçõs de carloseugenio