sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

ATRAVÉS DO PRONATEC, 15 NOVOS ELETRICISTAS SÃO FORMADOS EM GARANHUNS






                       Mais uma edição do curso de Eletricista Predial de Baixa Tensão chega ao fim, ofertando para o mercado 15 novos profissionais. Durante o encerramento do curso, realizado na sexta-feira (16), os alunos relataram os momentos mais importantes vivenciados por eles e quais as expectativas a partir da conclusão.

         Para José Carlos Silvano de Barros o fundamental ao longo da formação foi a ajuda mútua entre os colegas para que todos estivessem no mesmo nível de aprendizado, além do apoio dado pelo professor Wilker Azevedo. “Muitos aqui já eram profissionais, mas em momento algum tentaram mostrar que eram mais do que os outros. Apesar de já ser também um profissional, na parte de projetos elétricos tive muito auxílio dos colegas”, afirma.

              Quando questionado pela direto de Ensino, Lêda Correria, sobre a experiência de atuar na comunidade em que residem, Comunidade Quilombola do Timbó, José Carlos foi enfático. “Todos perceberam que a comunidade estava diferente, mais iluminada, e gostaram do benefício”.

                A conclusão do curso veio juntamente com a certeza de continuidade e multiplicação do aprendizado. “Fechamos parceria com a Associação de Moradores do Timbó e faremos o projeto e as instalações das 42 casas do Programa Minha Casa Minha Vida que nossa comunidade irá receber”, afirma João da Silva Barros.

                  Na avaliação de Wilker, esta turma deixa para o Campus Garanhuns uma expressiva contribuição e marca sua passagem na história da instituição. “Acredito que vocês para o resto da vida vão lembrar que quem fez as instalações do bloco novo do Campus Garanhuns foram vocês, quem implantou a iluminação de pelo menos três salas, montou as iluminarias, colocou a iluminação, fez medições luminotécnicas e colocou o projeto em prática foram vocês, então isso é um legado que ninguém vai tirar”.

A realização do curso de Eletricista Predial de Baixa Tensão contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Garanhuns, que além de demandar a oferta do curso, apoio no transporte dos alunos ao logo de todo o curso.

Foto: Ascom IFPE