quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

CAMINHONEIRO QUE PROVOCOU ACIDENTE COM 4 MORTES É CONDENADO A 2 ANOS E 8 MESES DE DETENÇÃO, REVERTIDA EM SERVIÇO COMUNITÁRIO

                        

                  Em uma decisão pouco comum no país, um motorista de caminhão foi condenado a dois anos e oito meses de prisão por ter provocado um acidente em maio de 2008 que matou 4 pessoas na BR-423, entre Garanhuns e Paranatama.  Antônio Bento Cavalcante Neto, 45 anos, e os filhos Anderson Carvalho Cavalcante, 13, e Rita de Cássia, de apenas 5, além da vizinha da família, Fabiana Ferreira da Silva, 18, morreram depois que o caminhão dirigido por  Antônio Edson Brasil da Rocha colidiu com o carro modelo Corsa em que eles estavam.

                               A pena foi convertida em prestação de serviço à comunidade por igual período. A carteira de habilitação do motorista também foi suspensa enquanto durar a pena. O veículo que provocou o acidente vinha carregado com baterias automotivas e invadiu a contramão causando a tragédia. 

com informações do V&C