terça-feira, 6 de janeiro de 2015

FAMÍLIA AGUARDA IDENTIFICAÇÃO DE CORPO ENCONTRADO PRÓXIMO AO MÃE RAINHA QUE PODE SER DE LEIDJANE


               Uma mulher desaparecida. Um corpo irreconhecível encontrado 14 dias depois do sumiço. Demora na identificação do cadáver. Todos estes ingredientes tristes têm causado um sofrimento quase que insuportável à família de Leidjane Barbosa da Siva, residente na Rua Santa Quitéria, bairro da Liberdade, em Garanhuns.

         

               Ainda segundo ele, um fato intrigante ocorreu um dia antes do corpo sem identificação ser encontrado.  "Recebemos uma ligação anônima na sexta-feira (26/12/2014) informando que um corpo, supostamente de uma mulher, estaria no mesmo local onde a polícia o localizou no dia seguinte. O misterioso interlocutor deu toda a identificação, inclusive, que o cadáver estaria sem a cabeça. Fomos lá e não encontramos nada, mas no sábado (27/12/2014) a polícia foi ao mesmo local e o corpo estava lá", revelou.

ENTENDA O CASO
                  Leidjane saiu de casa no dia 13 de dezembro para ir ao Parque Fênix receber um dinheiro, desde então não foi mais vista. Dia 27 de dezembro um corpo, supostamente de mulher, foi encontrado em um terreno próximo ao Mãe Rainha. A família esteve no local, mas não conseguiu identificar como sendo da jovem desaparecida, o cadáver que já se encontrava em avançado estado de decomposição.

     O corpo ao qual nos referimos no início da publicação foi encontrado no último dia 27 de dezembro em uma grota nas imediações do Santuário Mãe Rainha. Em avançado estado de putrefação e sem a cabeça, foi impossível identificá-lo a olho nu, mas, quem apostou que o DNA seria o caminho mais rápido para por fim a angústia se enganou. Este exame sequer foi feito ainda. Segundo informações de um parente de Leidjane, o IML aguarda o resultado de impressões digitais do cadáver para, caso não se chegue a identificação por este método, seja enfim providenciado o DNA. "Essa demora toda é porque somos pobres, se fosse um rico já teria saído esse resultado", afirma o cunhado de Leidjane em tom de indignação.