segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

ABERTURA DA 8ª EDIÇÃO DO GARANHUNS JAZZ FESTIVAL CONTOU COM ATRAÇÕES DE RENOME INTERNACIONAL



             


                 O Garanhuns Jazz Festival (GJF) teve início na noite desse sábado (14) e levou à Praça Mestre Dominguinhos um público estimado em 5 mil pessoas que optaram por fugir da folia de momo dos grandes centros e se divertir ao som de jazz e blues, aliado a tranquilidade e o clima ameno da Cidade das Flores.

                E quem veio ao Palco Ronildo Maia Leite não se decepcionou. A abertura oficial do evento foi marcada pela presença dos meninos e meninas da Orquestra Criança Cidadã, do bairro do Coque, da cidade do Recife, que se apresentaram com um repertório inédito para o festival.



 

                Além da apresentação da orquestra, o músico Garanhuense João Magalhães recebeu, das mãos do prefeito Izaías Régis, uma placa em homenagem a sua contribuição para a cultura local. Na ocasião, Izaías falou sobre a importância dos eventos, como o GJF, para a cidade de Garanhuns. Para abrilhantar a noite, uma bela queima de fogos saudou o público presente.

             Subiram ao palco o músico e compositor Wagner Tiso, acompanhado pelo Argentino, radicado no Brasil, o guitarrista e violonista Victor Biglione, que em parceria, formaram a segunda atração da noite. Os músicos levaram ao público presente, um repertório que percorre do erudito ao jazz clássico e contemporâneo.

                   Em seguida, o norte-americano, Marquise Knox comandou com maestria e irreverência, o vocal e a guitarra da banda Up Town Band, do competente Giovanni Papaléo, junto ao gaitista Jefferson Gonçalves, representando a nova geração do blues e animando os foliões com muito ritmo. A estrela a noite foi o baterista, e também norte-americano, Billy Cobham, que encantou o público com um show de técnica e habilidade. A apresentação de Cobhan contou ainda com a participação especial da Batuque de Garanhuns, encerrando as festividades da noite.





Fotos: Renand Zovka