segunda-feira, 9 de março de 2015

I ENCONTRO DE BANDAS E FANFARRAS DAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE GARANHUNS MARCOU O DOMINGO NA CIDADE

                




              O I Encontro de Bandas e Fanfarras das Escolas Municipais de Garanhuns, realizado na tarde deste domingo (08), marcou a programação do aniversário do município. O momento, que reuniu estudantes de seis escolas, foi realizado em frente ao Parque Euclides Dourado, no bairro Heliópolis. O encontro, que iniciou às 15h, além do objetivo de abrilhantar o aniversário de Garanhuns, comemorado no segundo domingo de março, expôs o trabalho desenvolvido nas escolas municipais da cidade.

                    A Escola Municipal Governador Miguel Arraes de Alencar foi a primeira escola a se apresentar. Sua banda marcial, atualmente composta por 40 integrantes, abriu, oficialmente, o encontro. A segunda instituição foi a Escola Gabriela Mistral. A banda da escola, composta por 43 estudantes, recebeu o nome Banda Marcial Professora Janecélia Marins, em reconhecimento atual secretária de Educação. A Escola Municipal Jaime Luna, que carrega o lema “Educar para o futuro”, possui uma banda marcial composta por 25 componentes e a comissão de frente que conta com mais nove alunos.

                 Com uma banda marcial regida pelo maestro Eduardo Gomes e Robson, especialistas em música, a Escola Silvino Almeida de Oliveira, abrilhantou ainda mais o aniversário de Garanhuns. A Escola Municipal Vigília Garcia Bessa, localizada na comunidade quilombola Castainho foi a quarta instituição a se apresentar no encontro que contou com a participação de centenas de pessoas. A Escola Municipal Professor Letácio Brito Pessoa, que tem uma banda marcial composta por 54 componentes, foi a responsável pelo encerramento da primeira edição do evento.

                   A secretária de Educação e Esportes de Garanhuns, Janecélia Marins, comenta sobre a realização do evento. “Há muito tempo que os nossos alunos da Rede Municipal já pediam por um encontro de bandas, onde eles pudessem protagonizar, com o seu espírito juvenil, músicas e coreografias que desenvolvem a arte, a cultura, beleza e a sensibilidade do jovem estudante, e nós conseguimos tornar isso em realidade”, comenta. A secretária ainda afirma que, pelo sucesso da primeira edição, com certeza, esse encontro já faz parte do calendário cultural de Garanhuns.