quarta-feira, 4 de março de 2015

SALOÁ SEDIOU O IX FÓRUM ESTADUAL DE ORGANISMOS GOVERNAMENTAIS DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MULHERES

             

Aconteceu na manhã de ontem, terça-feira (03), em Saloá o IX Fórum Estadual de Organismos Governamentais de Políticas Públicas para as Mulheres da Região do Semiárido.




            O evento promovido pela Secretaria da Mulher do Estado de Pernambuco teve como sede o Centro de Convivência de Idosos, situado à Avenida Dom Expedito Lopes, s/n que recebeu uma decoração muito especial e a apresentação da artista Wanderlayne que encantou e emocionou os presentes com lindas canções alusivas às mulheres.



            31 municípios de todo o Agreste se fizeram presentes, discutindo temas como violência contra as mulheres, políticas sociais e o fortalecimento das Coordenadorias Municipais da Mulher. A mesa redonda foi composta pela secretária da mulher do Estado de Pernambuco, Drª Silvia Cordeiro, Coord, Marilia Souza, Jana D’Arc Ferreira-sec de súde de Saloá, Cleide Galdino-Coor. Do Fórum, Maria Lucia Macado- Coord. Regional A-M, José Maria Costa –dir. Do EREM Saloá, Alex Diniz, coord. Projeto Mãe Courja, Sec. De Assistência Social, Carlos Ouro Preto, Sec. De administração Ailton Maciel, presidente da Câmara de Vereadores de Saloá e Filipe Quintino, rep, da ONG SOLIDARIEDADE.


           Em representação as mulheres vitimas de violência, a jornalista Selma Mello pediu a criação de projetos que visem tornassem programas socio educativos,poliíticos continuados às mulheres dependêntes químicas, alcoolatras, negras, idosas, reclusas, estupradas, enfim, vitimas do desamparo social em larga escala na região. Pontuou, também, da falta de são são qualificação e sensibilização em atender essas mulher que, segundo a mesma, passam por  ciclos: da violência, da desestrutura quando decide recomeçar e terceiro, da luta para tratar sequelas que ficam pela vida toda e que são nocivas à sociedade. Destaque ao excelente trabalho da secretaria de Garanhuns(Eliane Vilar) e Saloá, Mari Silva.


Em Saloá, a Coordenadoria foi criada em 2014 e tem demonstrado bastante eficiência nas ações em favor do gênero. “Com tão pouco tempo de criada e já ser sede de um evento desse porte, só mostra que nós da Coordenadoria estamos no caminho certo”. Destacou a Marília Correia, gestora da Coordenadoria de Saloá que ao témino do evento ofereceu lindas lembrancinhas confeccionadas por artesãos de Serrinha da Prata, povoado daquena localidade.