terça-feira, 26 de maio de 2015

EXCLUSIVO: VEREADOR CHAMA PSICÓLOGA DE “SEM VERGONHA” E BATE BOCA PÕE FIM A REUNIÃO NA CÂMARA DE VEREADORES DE GARANHUNS

No bate boca, o vereador já exaltado chama a Psicóloga de “sem vergonha”.

Polêmica. Assim foi a reunião promovida pela Secretaria de Juventude de Garanhuns (SEDJU) em parceria com a Fundação de Atendimento Socioeducativo (FUNASE). Realizada na Câmara Municipal de Vereadores e presidida por Gerson José de Carvalho Souza Filho (o Gersinho Filho), a reunião tinha como temática central o debate quanto a redução da maioridade penal, que em pauta no Congresso Nacional divide maciçamente opiniões.

Aprovada dias atrás com absoluta vantagem na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, a PEC 171/1993 ganhou fôlego em Brasília, e a partir de agora, terá total acessibilidade para a tramitação. Sua redação prevê imputabilidade aos jovens de 16 anos; o que na prática significa preconizar a responsabilidade penal a eles, atribuída antes após alcançado dezoito (18) anos.


A REUNIÃO EM GARANHUNS - Convidados a participar da reunião, médicos, assistentes sociais, advogados, conselheiros tutelares, secretários, sociedade civil entre outros se fizeram presentes. Junto a esses profissionais lá estava, também a convite, o vereador Gil (foto acima), inclusive na mesa diretora e uma Psicóloga (que prefere não se identificar). Juntos, Gil e a Psicóloga protagonizaram nas últimas horas da manhã da sexta-feira, (15), um verdadeiro bate boca na Casa Raimundo Moraes. A Discussão, que tomou proporções inesperadas, foi encerrada ao gritos, oferecidos pelo vereador.

O QUE FOI DITO - Em trecho da gravação que disponibilizamos abaixo, a Psicóloga, já mencionada afirma: “Eu não trabalho atrás de um balcão não, viu vereador”.

Em resposta, Gil pontua: “Eu acho que atrás de um birô a senhora deve ficar, porque é o seguinte eu não vejo a senhora nas periferias de Garanhuns não. Até porque é o seguinte, a senhora se enganou... Eu trabalhei numa instituição durante 24 anos com Segurança Pública... E Quanto a questão da minha opinião a senhora não pode. Sabe por quê a senhora faz isso?. A senhora tem algum adolescente desse aí que a senhora adotou? A senhora tem algum adolescente que matou, que estuprou dentro da sua casa? Sabe o que é isso? A verdade Psicóloga. A verdade Psicóloga é que dói.

          Neste momento do embate a Psicóloga retruca: “Eu tenho vergonha do que o senhor diz” e o vereador já bastante exaltado afirma: “Sem vergonha é a senhora”.

Durante a discussão o Presidente do Legislativo, Gersinho Filho, pede para que sejam desligados os microfones devido ao fato do debate ter fugido inteiramente do foco. Gersinho faz suas considerações e passa a palavra ao Secretário da Juventude Pedro Passos, que já nesse momento é quem preside a reunião. Em seguida, Pedro dá por encerrado os trabalhos.

Confira na íntegra os momentos de discussão entre o vereador e a
Psicóloga em áudio que disponibilizamos logo abaixo.


Recomendação; clique no ícone que aparece a direita da caixa do vídeo, assim você poderá visualizá-lo em tamanho maior e poderá seguir a legenda.

          FALA GIDI SANTOS:

Durante a semana passada, após exibida matéria pelo Jornal Sináculo, onde trouxemos atona os fatos ocorridos na Câmara de Vereadores, o parlamentar disparou em seu perfil numa rede social diversas ofensas a Jornalista Selma Melo; chegando a dizer inclusive, que a profissional mentiu quando publicou que a reunião foi encerrada em razão do discurso inflamado dele. Bom o áudio revela, após o bate boca far-se necessário encerrar a reunião uma vez o foco do debate fora inteiramente perdido, palavras do Presidente do Poder Legislativo de Garanhuns Gersinho Filho (no áudio). Quanto a dizer que o discurso do mesmo foi de ódio, deixamos para nossos leitores esse entendimento. Por fim resta dizer que ninguém é bandido apenas por trabalhar junto a ressocialização de pessoas, como diz o vereador.

O vereador se superou semana passada. De uma vez só chamou uma psicóloga de “sem vergonha”, uma Jornalista de “Mentirosa”, uma Assistente Social de “bandida”, além de criticar dois veículos de comunicação da cidade, o Jornal Sináculo com 10 anos de existência, e o Blog Vecblog que com muito prestígio conquistou seu espaço em todo o estado de Pernambuco e a quem nós respeitamos e admiramos há muito seu o trabalho.


Relembre o caso aquiaquiaquiaqui.