sábado, 16 de maio de 2015

MPPE ARQUIVA DENÚNCIA DE VAZAMENTO DE GABARITOS PRELIMINARES E RESULTADO DO CONCURSO DA PREFEITURA DE GARANHUNS DEVE SAIR DURANTE A SEMANA


O Ministério Público de Pernambuco, através da Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, em Garanhuns sob o comando do Dr. Domingos Sávio Pereira Agra, resolveu, após ouvidas as partes interessadas, avaliação técnica de informática e formação de entendimento do promotor, arquivar oficialmente as denúncias referente ao possível vazamento de gabaritos preliminares do concurso público municipal de Garanhuns.

A promotoria afirma não ter encontrado elementos suficientes que provem o vazamento dessas informações antes da realização das provas, domingo 29 de março. Entende o promotor que uma vez vazado esses dados, em uma das hipóteses, aconteceria quase que de maneira imediata a reprodução, divulgação e compartilhamento através das inúmeras mídias sociais que dispomos hoje; coisa que não teria ocorrido.

REUNIÃO DE ESCLARECIMENTO - Na quarta-feira (13), Domingos Agra (foto) recebeu na sede do MPPE em Garanhuns um dos autores da denúncia, Janduí Herculano, que junto aos representantes do CONUPE/IAUPE participaram de uma reunião de esclarecimento. Em pauta, entre outros assuntos, a divulgação antecipada de gabaritos preliminares, denunciado através de vídeo pelo blog do Gidi Santos e Jornal Sináculo.

Na reunião, representando a coordenação do Conupe/Iaupe, estiveram presentes Gledstone Emerenciano de Melo, Aldo da Gama Branco e Darlan Antônio Moutinho. Adônis Pereira Dutra,  foi o técnico de informática trazido pelo Conupe a Garanhuns para os esclarecimentos sobre o assunto. Antônio Carlos Cavalcanti de Almeida e Antônio de Pádua Martins da Silva, respectivos técnicos de informática do MPPE também acompanharam atentamente a reunião. Presidida pelo Curador de Cidadania em Garanhuns, Promotor de Justiça Domingos Sávio Pereira Agra, a reunião foi extensa e minuciosa. O desfecho, após apreciadas as explicações do CONUPE/IAUPE levaram ao entendimento de que a melhor medida à ser tomada era mesmo o arquivamento da denúncia. José Genivaldo Farias, o segundo denunciante do possível vazamento dos gabaritos preliminares do concurso público de Garanhuns foi comunicado da realização da reunião, entretanto não compareceu.

NA REUNIÃO O QUE DISSE O CONUPE/IAUPE

        Perguntado sobre como ocorre o procedimento para divulgação dos gabaritos por meio do site www.upenet.com.br, Adônis Pereira, técnico de informática do instituto apresentou material explicativo demonstrando que o sistema “Linux” usado pelo IAUPE registra três datas para controle de arquivos: uma de atualização, toda vez que o arquivo é lido ou executado (acess time - atime), outra de modificação, atualizado sempre que alguma modificação ocorre no arquivo ou no conteúdo do diretório ( modify time – mtime ), e uma terceira que se refere a última modificação do “inodo” do arquivo ( change time – ctime ).
          
           Inodo em linguagem digital se refere a estrutura que é responsável por conter informações básicas sobre arquivos e pastas, bem como permissões de acesso, identificação dos donos dos arquivos, além de data e hora do último acesso que realizou alterações.

         Adônis demonstrou que as datas que foram mostradas no vídeo, 25, 26 e 27 de março, referem-se ao  “mtime”, data de “fechamento” do arquivo; já a data de carregamento para consequente divulgação na rede, seria o “ctime”, que conforme relatório exibido abaixo ocorreu no dia 30/03/2015, ou seja, no dia seguinte à realização das provas.



O QUE DIZEM OS TÉCNICOS DE INFORMÁTICA DO MPPE
     
     Após ouvir os profissionais do Conupe/Iaupe, os técnicos de informática do Ministério Público, Antônio Carlos Cavalcanti de Almeida e Antônio de Pádua Martins da Silva emitiram parecer técnico por meio de ofício – DEMSU – nº 001/2015. No parecer, os técnicos afirmam não ser necessário mais informações, além das que já foram prestadas. Concluem a partir delas, e após visualizado vídeo que denuncia suposto vazamento, a impossibilidade de fraude, especialmente em razão da não exibição do conteúdo das pastas onde supostamente continham os gabaritos. Segundo os técnicos, o fato das pastas estarem criadas no  site da IAUPE, não significa dizer que arquivos (gabaritos) estavam disponíveis.


OBSERVE NO DETALHE - Por uma questão de esclarecimento, chamamos a atenção para a reprodução do segundo vídeo, onde mostramos sim o acesso total aos gabaritos mencionados em suas respectivas pastas.

Youtube Vídeo 1 

Youtube Vídeo 2


MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL NO CASO


     O Conupe/Iaupe, informou ao MPPE que caso semelhante ao do Consurso Público Garanhuns ocorreu no mês de janeiro do ano em curso. Na ocasião fora realizado pela mesma comissão a Seleção Pública para Residência Médica e Residência Multiprofissional do Estado. Logo após findada a seleção, um vídeo com teor idêntico foi divulgado em redes sociais. Notificado pelo MPF (Ministério Público Federal), o Conupe/Iaupe encaminhou os devidos esclarecimentos através do documento CT CONUPE Nº 007/2015, tendo o MPF acatado as informações do instituto e por consequência não mais se pronunciado sobre o caso, seguindo a Seleção Pública o seu curso normal.


ARQUIVAMENTO DA DENÚNCIA - Deliberado pelo Dr. Domingos Sávio Pereira Agra, o arquivamento da denúncia foi promovido nas últimas horas desta sexta-feira (15), através da Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns, que dando sequência comunicará o Conupe/Iaupe, bem como a Prefeitura Municipal. Publicada decisão no Diário Oficial do município na próxma segunda-feira (18), restará então a liberação do resultado oficial através do site www.upenet.com.br, que deve ocorrer no mesmo dia, pondo fim assim as polêmicas que cercaram o concurso.


FALA GIDI SANTOS:

Peço licença aos amigos e leitores do blog para fazer uma última constatação acerca das datas que aparecem nos vídeos divulgados por nós dos Blog’s do Gidi Santos e Jornal Sináculo. Não temos com isso o interesse em descrendenciar os técnicos do Conupe/Iaupe que prestaram informações ao MPPE, tão pouco desqualificar o próprio parecer técnico dos servidores do Ministério. Visamos somente o esclarecimento total do ocorrido.

VÍDEO 1 - As datas que se referem a publicação do gabarito definitivo, filmada por nós no vídeo 1, seguem fielmente as preconizadas no edital, 14/04/2015.

CONVOCAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE TÍTULOS:

A data que se refere a convocação para apresentação de títulos, para os cargos de Procurador e Professor, 16/04/2015 seguindo o edital, ocorreram em 17/04/2015, ou seja, um dia após aos estabelecido. Até aí tudo bem; atraso de um dia.

          A DÚVIDA/QUESTÃO – A dúvida, remete a seguinte questão: as informações mencionadas acima seguiram em regra o que previa o edital, com um pequeno atraso de um dia, porque então devemos chegar ao entendimento que somente a data dos gabaritos preliminares se referem ”mtime”, data de “fechamento” do arquivo e não há “ctime”, data que se refere a mudança no "inodo", que permite acesso a pasta?

Dito isto, nos cabe acatar a decisão do MPPE que engaveta (arquiva) a denúncia, mas significa também continuar atento e com o ímpetuo investigativo, que tanto nos separa da mídia local, serva do processo de ideologização direcionado as massas.

Aqui Jornalismo Verdade.