segunda-feira, 8 de junho de 2015

PARADA GAY: O QUE DIRIA JESUS DISSO TUDO?


Acordei com o Facebook em chamas por conta da Parada Gay e da transexual crucificada como Jesus. Fui lendo ponto a ponto cada opinião a respeito e a diversidade da minha TL é meu maior tesouro nessa guerra da comunicação. 

Vi gente postando imagens do jogador de Futebol Neymar, também crucificado na capa da Revista Placar. Me lembrei de uma capa de uma Revista de música onde meu parceiro e amigo Gabriel O Pensador também estava sendo crucificado.

A imagem de Jesus determina muitas funções na vida das pessoas. Fé, dor, transcendência, iluminação, revolta, transgressão. 

             Jesus foi um revolucionário. Um homem que pregava o AMOR e foi crucificado por conta de suas ideias subversivas. HOMENS escreveram um livro, o chamaram de sagrado e fundaram uma religião, que depois por razões políticas e econômicas se partiu em vertentes que atuam até hoje ajudando muitas pessoas e confundindo muitas outras. 

            Conversando com uma amiga evangélica, que se converteu e atualmente é uma ferrenha pregadora, lembrei de que os EVANGÉLICOS não cultuam imagens, que segundo a interpretação deles da bíblia, Deus não permite que os homens reverenciem ídolos de barro. Os mais radicais andaram quebrando Santos Católicos por ai - alguém se recorda? Nos templos protestantes - Não existe a imagem de Jesus Crucificado. 

               A intolerância, o ódio, a facilidade com que toda e qualquer tipo de notícia ou opinião é disseminada nas redes sociais, faz com que os exércitos se municiem para defender seus pontos de vista.
Se o Papa vem com um discurso progressista que vai ganhando a simpatia de quem antes não tinha mais interesse e nem paciência para o Sermão dos Católicos, na contra-mão vem os pastores populares como Feliciano e Malafaia descarregando suas metralhadoras de Raiva e desamor contra os homossexuais. 

          Me parece lamentável que em 2015 ainda estejamos discutindo o AMOR de uma maneira tão VIOLENTA. 

                       Se os religiosos cuidassem apenas de sues seguidores e deixassem a sociedade LIVRE de suas verdades absolutas para que cada qual pudesse seguir o que lhe fosse conveniente e sincero, metade dessas confusões seriam evitadas. 

                  Se uma parte de mim acha que é preciso respeitar a crença, os símbolos sagrados daqueles que encontram nas religiões o caminho, a outra parte diz que os religiosos também precisam PARAR de cagar regras num país LAICO e deixar de se meter na vida, na família e na forma como as pessoas se amam. 

Em suma, o que diria JESUS sobre tudo isso? 

                     Será que ele ficaria ofendido com a sua imagem sendo usada por um transexual crucificado - assim como ele e milhares de outros foram mortos JUSTAMENTE PELA INTOLERÂNCIA da época?
A imagem é forte! 

                  Tão forte quanto as milhares de imagens de Gays que são espancados, mortos, desfigurados e perseguidos diariamente por suas orientações sexuais. 

                        Tão forte quanto o ódio que está sendo cultivado nesse momento de TREVAS que estamos vivendo. 

                   Concluo que diante dos fatos, Jesus Cristo se sentiria mais ofendido em ver pessoas usando o nome dele para pregar ódio e perseguição, do que pelo fato de alguém estar usando a imagem de sua crucificação que foi causada justamente pela intolerância, para mostrar que estamos chegando a níveis perigosos de falta de amor. 

                     Feliciano não pode cobrar NADA EM RELAÇÃO A IMAGENS pois isso não representa suas crenças. 

                  Mas compreendo o choque dos cristãos tradicionais com a foto, assim como entendo o objetivo de quem se propôs a fazer tal chamado.
A verdade é que tem mais gente interessada em colocar lenha na fogueira do que entender que não resolveremos NADA enquanto não formos capazes de respeitarmos os espaços de cada um.

              Se fala tanto em respeito…

                 Mas é artigo em falta no mercado de modo geral, principalmente por parte de quem tem como ícone um homem que pregou o AMOR acima de tudo e ai a resposta vem pesada.

Tico Santa Cruz