quarta-feira, 8 de julho de 2015

UAB....COMO FICARÁ?

           



            A notícia de que Garanhuns pode perder o Polo da Universidade Aberta do Brasil repercutiu na região, pelo risco do Agreste deixar de contar com o importante investimento federal. Atualmente a UAB oferece mais de dez cursos superiores gratuitos no Polo Garanhuns, e recebe estudantes de várias cidades.

          A UAB já funcionou no Casarão onde hoje está o IHGG, e atualmente funciona em uma casa ao lado do Centro Social Santa Terezinha. 

                Dentre as ligações que recebemos, destaco o Reitor da Universidade de Pernambuco, Profº Pedro Falcão, que teceu alguns comentários sobre a luta para Garanhuns conseguir o investimento tão importante para a educação regional, a baixo custo, e que hoje precisa do apoio para continuar oferecendo seus serviços.

               "Acompanhamos de perto desde o surgimento do convênio e pudemos contribuir. Saber que a UAB Polo Garanhuns pode fechar por falta de um local adequado chega a ser um absurdo. Trata-se de um Convênio Federal que Garanhuns está abrindo mão. A estrutura necessária não é nenhum grande problema, o que precisa é entender que é também uma instituição de formação superior que melhora a condição regional na educação, oferecendo cursos da Universidade de Pernambuco (UPE), Universidade Federal (UFPE) e da Universidade Federal Rural (UFRPE), e que muitas pessoas não teriam como realizar estes cursos na modalidade presencial e Garanhuns como cidade polo, precisa dispor. Estranho bastante essa medida, pois tenho sido procurado por vários prefeitos querendo ter em seus municípios um Polo da UAB, a exemplo de Bom Conselho, Lajedo e Bonito, onde estive a semana passada participando de reunião com o prefeito, Dr. Ruy Barbosa e sua equipe." - Afirmou o Reitor, em contato com o blog.

              A Universidade Aberta do Brasil tem convênio com a prefeitura de Garanhuns, que oferece local para seu funcionamento e servidores administrativos. Entretanto, a UAB está pedindo melhores condições e a Secretaria de Educação do Município afirmou que não está encontrando um local adequado para instalar a Universidade.

             Representantes da UAB devem estar em Garanhuns nos próximos dias. 

           Na nota divulgada pela prefeitura, onde relata dificuldades, parece má vontade do município com a Universidade Aberta. Na nota fala que é um convênio da "administração anterior",  que atende "estudantes de outras cidades" e diz que já pediu até para os funcionários que trabalham na UAB "ajudarem a encontrar um novo espaço".


                              Bom dia. Sou aluna de uma universidade pública que funciona no polo da UAB (Universidade Aberta do Brasil) e estou entrando em contato com você pois estou indignada com o que vem acontecendo e gostaria que você, se possível divulgasse a situação para que a população de Garanhuns fique sabendo.

                   Esse Polo é uma parceria da CAPEs com os municípios e através dele, nós que tem,os menos condições, estamos tendo a possibilidade de nos formar e lutar por um futuro melhor. Os alunos fazer cursos públicos superiores a distância através desse polo em universidades como UPE, UFPR e IFPE. Porém, graças ao descaso da prefeitura o polo está para ser fechado. O MEC virá essa semana para avaliar o polo, que não possui estrutura adequada. A prefeitura recebeu um prazo para reformar ou providenciar um novo polo, porém nada foi feito... como ficamos? A esperança de muita gente será jogada pelo ralo. Cadê a atitude da secretaria de educação? 

                   Estou me sentindo muito prejudicada. Espero que você possa lançar meu grito de socorro para ver se assim eles acordam para ver a perda que o município vai sofrer... Para quê festa num município sem educação?


Obrigada por sua atenção Selma Melo.