quinta-feira, 6 de agosto de 2015

POEMA DEDICADO A TIA AMÉ - JOSENILSON LEITE





            Esse poema surgiu inspirado na minha Tia Amé, que mora no sítio Jussara. Mulher humilde, de garra, coragem e muito feliz, mesmo com toda dificuldade que passa está sempre nos recebendo com um belo sorriso no rosto. Amé...só alegria.


AMÉ

Pessoa de bom coração
Morando lá no sertão
Tem muito a nos ensinar.

Mesmo com o pouco que tem
Divide com quem precisa
E nunca negou pra ninguém.

Na Jussara onde mora
Eu dizia: Ô de casa!!!
Ela dizia: Ô de fora!!!

A porta da sala eu abria
Para os seus braços eu corria
A sua bênção, minha tia!
Você sorria e me abençoava
Com aquela alegria
Que a todos contagiava.

na cozinha, o cheirinho do seu café deliciava
Minha mãe sentava no banco e na porta encostava
Ali você conversava
Lá fora eu já brincava
Ouvindo as suas risadas
Que o ambiente alegrava.

Eu subia nos pés de manga
E ficava a saborear
Quando enchia a barriga
Caju eu ia buscar
Colocava na bacia
Até ela transbordar.

Eu tinha pena das galinhas
Que eu corria até cansar
Depois ia pro riacho
Da casa grande pegar
Peixinhos chamados "piabas"
Que eu gostava de criar.

Amé... Só alegria!
Amé... Sorriso noite e dia!
Amé... Inesquecível tia!

Amé... Mulher de coragem!
Amé... Simplicidade!
Amé... Mulher de verdade!
Amé... Que Saudade!


Autor: Josenilson Leite - Poeta de Garanhuns
www.josenilson.prosaeverso.net