domingo, 16 de agosto de 2015

GARANHUNS RESPEITA SUA HISTÓRIA E O ROMANTISMO E TRAZ O TREM DE VOLTA AO LAR.



              A antiga Maria Fumaça, que conduzia o trem que fazia o percurso entre Garanhuns e várias cidades do interior, até chegar à capital, vai retornar a Suíça Pernambucana e ser instalada como atração turística nas proximidades do Centro Cultural.

                  A vinda da locomotiva em definitivo para Garanhuns foi confirmada hoje ao blog pelo prefeito Izaías Régis (PTB). O petebista disse que a Maria Fumaça se encontra atualmente em Alagoas, após ficar um bom tempo no Hotel Tavares Correia. Hoje se encontra a região  de São José da Laje, mas já está liberada para nosso município,

                A primeira informação sobre a Maria Fumaça foi dada pelo jornalista C.  Eugênio, em seu blog.

                    O prefeito de Garanhuns se mostrou muito satisfeito com a visita do ministro Armando Monteiro a Garanhuns. O líder petebista andou no comércio da cidade e depois almoçou na casa do dirigente do município. O prefeito de Caetés, Armando Duarte, também estava presente.

                 Armando Monteiro revelou ter tido uma conversa com o ministro dos transportes do Governo Dilma, que confirmou para breve o início das obras de duplicação da BR-423.

RELEMBRANDO A RESTAURAÇÃO DA FERROVIA

              Em 1979, foi restaurada e transformada no atual Centro Cultural, que abriga o Teatro Luiz Souto Dourado, além de diversas salas de exposições. À sua frente está a Praça Dom Moura, de um lado a Praça Tiradentes e do outro a Esplanada Guadalajara. Estas duas últimas (praça e esplanada) foram construídas sobre o pátio ferroviário desativado em 1971. 

          O módulo central não existia:era ali por onde passavam as linhas, com cobertura metálica, uma gare. Por entre os dois módulos laterais, onde estavam as plataformas, passavam os trens. Em 2004, nas partes laterais ficam as salas de exposições, e no centro fica o Teatro Luiz Souto Dourado. Em 2013, abriga o Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti.