quinta-feira, 6 de agosto de 2015

MP RECEBE DENÚNCIA SOBRE POSSÍVEL SUPERFATURAMENTO DE GASTOS EM CONTRATAÇÕES ARTÍSTICAS NO FIG 2015

         

            O telejornal ABTV 2ª Edição, da TV Asa Branca, afiliada da Rede Globo, desta noite de quinta-feira, dia 6, trouxe-nos a informação de que o Ministério Público, em Garanhuns, recebeu uma denúncia dos Vereadores da Bancada de Oposição no Município, com relação a um suposto superfaturamento no Festival de Inverno deste ano, assunto muito comentado nos últimos dias na cidade do FIG
  


            De acordo com o Promotor Alexandre Bezerra, o problema seria apontado na contratação das atrações feitas pela Prefeitura de Garanhuns. O Caso será apurado com previsão é de que em trinta dias a investigação possa ser concluída.

         A reportagem do ABTV 2ª Edição procurou a Prefeitura de Garanhuns, que informou a existência de notas fiscais que comprovam que os preços cobrados pelos artistas estão dentro do valor praticado por eles, em shows realizados em outros locais. 







CACHÊ PAGO  PELA FUNDARPE AOS PRINCIPAIS ARTISTAS NO FIG 2015


Racionais; 90 mil reais
Calypso:  90 mil reais
Flávio José:  48 mil reais
Lenine: 95 mil reais
Quinteto Violado 25 mil reais,
Silvério Pessoa: 19 mil reais
Assisão: 17 mil reais
Banda Eddie: 32 mil reais
Maestro forró e Bomba do Hemetério: 32 mil reais
Leo Gandelman: 12 mil reais
Pitty: 100 mil reais (show mais caro)
Fafá de Belém: 80 mil reais
Belo X e Wellington do Pandeiro: 25 mil reais
Ave Sangria: 22 mil reais

CACHÊ PAGO ÀS DUAS PRINCIPAIS ATRAÇÕES CONTRATADAS PELA PREFEITURA

Ana Carolina: 227 mil reais
Capital Inicial: 230 mil reais.

Vamos aguardar a conclusão do  MP.










(Carlos Eugênio)