terça-feira, 21 de junho de 2016

POLÍCIA FEDERAL APURA ESQUEMA DE LAVAGEM DE PROPINAS DE R$ 600 MILHÕES EM PERNAMBUCO.

        

       A Polícia Federal deflagrou hoje a Operação Turbulência que desarticulou esquema de lavagem de dinheiro em Pernambuco e Goiás e que teria movimentado mais de R$ 600 milhões desde 2010.

       O ponto de partida da investigação foi a análise de movimentações financeiras suspeitas detectadas nas contas de algumas empresas envolvidas na aquisição da aeronave que transportava o ex-governador de Pernambuco e então candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, em seu acidente fatal.

       A PF constatou que essas empresas eram de fachada, constituídas em nome de “laranjas”, e que realizavam diversas transações entre si e com outras empresas fantasmas, inclusive com algumas firmas investigadas na Operação Lava Jato.

         Há suspeita de que parte dos recursos que transitaram nas contas examinadas serviam para pagamento de propina a políticos e formação de “caixa dois” de empreiteiras. O esquema criminoso sob apuração encontrava-se ativo, no mínimo, desde o ano de 2010.


http://noeliabritoblog.blogspot.com.br/2016/06/turbulencia-faz-pb-de-pernambuco-tremer.html?spref=fb