domingo, 19 de março de 2017

FELIZ ANIVERSÁRIO, FILHO



Para muitas pessoas, falar sobre os problemas e as dores é a melhor forma de sentir alívio e buscar meios para superar as perdas. Esta é a ideia que faço sem julgamentos pois essa postura ajuda a diminuir a culpa que todas nós sentimos por nada poder fazer para segurar a vida que saiu de nós, mas que não temos controle sobre ela.

Como alguns de vocês sabem, passei pelo pior medo de todas as mães e filhas: Naquele dia triste a minha mãe estava internada, abatida, deixando-se vencer pelo câncer, em uma cama de hospital. Em outro leito, em uma UTI meu filho lutava contra a morte e eu lutava para continuar tendo forças....Para ficar de pé mesmo quando a dor e o desespero pareciam ser mais fortes que eu. Meu filho já era reconhecido por fazer tudo o que podia para se manter “zen” sob efeito das malditas “aranhas”

Fui ver ele, após me certificar de que minha mãe ficaria bem uns minutinhos e chegando perto do meu filho beijei sua testa. Conversei um pouco com ele, pedi pra que fosse forte e lutasse pela vida porque eu precisava dele...Ele inerte, em coma, parecia falar com um sorriso no canto da boca e uma lágrima rolou...Nesse momento, não percebi, mas ele fora separado de mim... O meu menino, meu primogênito que tinha sido o meu orgulho e sonhos foi embora como um vento forte que arranca troncos de árvores nas estradas...Que derruba pontes...Casas..Gigantes...

Sentimento de culpa pela viagem tão inesperada do meu filho...Deus me deu uma lição de bravura ao dar-me compreensão de que meu filho estaria, de fato, voltando para casa após uma brevíssima passagem nesse mundo que nunca amou...

Em meus pensamentos destaco todos os momentos em que esteve junto com o filho...Queria hoje, nesse vazio ter a chance de sacudi-lo e dizer como nós éramos próximos e parecidos, e como eu lutava para mantê-lo a salvo... Aproveitar cada momento, mergulhar em seus medos e espantar cada um deles...

Penetrar em sua vida, mesmo quando ele fechava a porta e me expulsava bruscamente...

Um dia me disse: vou morrer logo, Selma. Vou descansar e te dar descanso...

Não levei a sério. Disse-lhe: se você fizer isso, arranco sua cabeça! E ri...mas fiquei com um nó no peito...No fundo eu sabia que meu filho estava indo embora...Apenas não compreendia.

Os dias após a sua viagem derradeira passam devagar, sem pressa e muitas vezes, me pego sorrindo, olhando as noites escuras que ele amava tanto. Amava animais... A escuridão e a chuva.

Eita filho...As lágrimas descem e minha alma dói... Exatamente agora que o face me mostra uma imagem sua de quatro anos atrás.. Uma lembrança de quatro anos atrás, hoje...Que misto de saudades e tristeza...Ontem, exatamente ontem, você, se aqui estivesse, completaria 34 anos de vida. Entretanto, se fostes há seis meses deixando uma lacuna imensa em minha vida e, que se não pelos amigos, doeria muito mais.

Nada tenho a questionar. Só agradecer por tudo e por Deus te resgatado você no tempo Dele, e agora estais transformado em uma estrelinha...Ou quem sabe, em uma flor qualquer...Mas dentro de mim...Metade exata do meu coração...

Escuto a música que você gostava tanto da banda Black Sabath e desejo, meu filho amado, um Feliz Aniversário de muita luz e paz ao lado do nosso Pai Maior.
Paranoid

Finished with my woman
'Cause she couldn't help me with my mind
People think I'm insane
Because I am frowning all the time
All day long I think of things
But nothing seems to satisfy
Think I'll lose my mind
If I don't find something to pacify
Can you help me?
Occupy my brain?
Oh, yeah
I need someone to show me
The things in life that I can't find
I can't see the things that make true happiness
I must be blind
Make a joke, and I will sigh
And you will laugh, and I will cry
Happiness I cannot feel
And love to me is so unreal
And so as you hear these words
Telling you now of my state
I tell you to enjoy life
I wish I could
But it's too late


Tradução

Terminou com minha mulher
Porque ela não podia me ajudar com a minha mente
As pessoas pensam que eu sou louco
Porque eu estou franzindo a testa o tempo todo

Todo o dia penso em coisas
Mas nada parece satisfazer
Pense que vou perder a cabeça
Se eu não encontrar algo para pacificar

Pode me ajudar?
Ocupe meu cérebro?
Oh sim

Preciso de alguém para me mostrar
As coisas na vida que eu não consigo encontrar
Não consigo ver as coisas que fazem a verdadeira felicidade
Eu devo ser cego

Faça uma piada, e eu vou suspirar
E você rirá, e eu vou chorar
Felicidade não consigo sentir
E o amor para mim é tão irreal

E assim como você ouve estas palavras
Dizendo-lhe agora do meu estado
Eu digo para você aproveitar a vida
Eu queria poder
Mas é muito tarde


Fica na Paz meu anjo, ai nessa janelinha do céu. Um dia estaremos juntos e então comporemos uma outra música que fale de flor, de amor, de vida plena...

. Obrigada por tudo. Eu te amo