sexta-feira, 10 de março de 2017

PARABÉNS GARANHUNS PELOS SEUS 206 ANOS







Hino de Garanhuns

Filhos da Terra, oh! gente, Ergam a voz, brilhem as frontes, cantando com a alma que sente e que vai nas brisas dos montes.

Salve Garanhuns! Os jardins, as palmeiras e alguns pedaços do céu... mão divinas! Salve as sete colina!

Estribilho: Nos anais, "Florescente e garbosa Garanhuns", fostes sempre assim. A elegância, a beleza da rosa, as paisagens, estesias sem fim.

 Os teus vales bravios outrora esconderam fugitivos de cor... A liberdade da Terra arvora Estes homens de novo pendor.

 E o lema "Ad Altiora Tendere" é o mais fervoroso ideal. A bandeira, sagrada e serana, e simôa da história fanal.


Tuas belezas - cidade das flores e os ares - poema acolhedor... Ai! Suspiros! Que vida, que amores neste hino, que fulge esplendor!



Principais Pontos Turísticos


Relógio das Flores 






- O relógio é um dos principais cartões-postais do município e é formado por plantas e flores. Construído em 1979 e medindo quatro metros de diâmetro, o relógio está localizado na praça Tavares Correia, que é rodeada por árvores. O local atrai muitos turistas durante o Festival de Inverno e o Natal Luz de Garanhuns.

Castelo de João Capão -





 O prédio foi construído por João Capão, um homem que queria morar em um castelo com características medievais. Ele foi eletricista e encanador, e morreu no dia 12 de maio de 2016 aos 81 anos. A ideia de construir o castelo surgiu quando João era criança.

Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti -



 O prédio foi construído no século XIX. Antes fucionava como uma estação ferroviária. No ano de 1979 foi restaurada e transformada no Centro Cultural da cidade. A construção é tombada e abriga o Teatro Luiz Souto Dourado.



Parque Euclides Dourado



Cheia de eucaliptos, a área tem cerca de oito hectares. No local também há um centro desportivo, que possui quadra de futsal e de basquete, pista de cooper, rampa de skate e playground, conforme informou a Prefeitura de Garanhuns. O paque ainda abriga a biblioteca municipal Luiz Jardim.




Parque Ruber Van Der Linden -




O parque foi construído no mesmo local onde ficava a Companhia de Abastecimento de Água e Luz de Garanhuns, administrada - na época - pelo engenheiro Ruber van der Linden. Foi reformado em 1994 e atualmente é um local arborizado com flores raras, fontes de água, grutas e pássaros.


Cristo do Magano 




-  Em 1954 uma imagem de Cristo crucificado com quatro metros de altura foi esculpida pelo artista Renato Pantaleão e colocada no Alto do Magano, em Garanhuns. O Cristo do Magano está localizado a 1.030 metros de altitude em uma fortaleza de pedra.



Seminário São José




- Erguido em 1944 e com tijolo aparente, o prédio abriga os seminaristas da Congregação Diocesana. Atualmente também funciona como hospeda.



Santuário Mãe Rainha -



 A construção do Santuário Mãe Rainha teve início em março de 2002. Situado na colina Triunfo, em uma paisagem cercada de áreas verdes, o santuário é tido como um lugar de paz e oração.



Histórico

 O município de Garanhuns se localiza na região montanhosa do Planalto da Borborema. Sua história teve início na primeira metade do século XVII (1654), sendo contemporânea às guerrilhas dos escravos fugidos para o Quilombo dos Palmares. 

      Em Carta Régia datada de 10 de março de 1811, o povoado foi elevado à categoria de vila. instalado em 13 de dezembro de 1813, passando então a se chamar Vila de Santo Antônio de Garanhuns. 

     Em 1878, o deputado Provincial Silvino Guilherme de Barros, Barão de Nazaré, visitou a então Vila de Garanhuns, interessando-se pela potencialidade da mesma. 

      Ao retornar a Recife apresentou na Assembleia Provincial um projeto de lei que elevasse Garanhuns de Vila a Cidade. Em 4 de fevereiro de 1879 foi sancionada a Lei n° 1309, elevando a Vila de Garanhuns a categoria de Cidade. 

      Garanhuns é a maior estância climática do Nordeste brasileiro. A exuberância de seu verde e de suas flores, espalhadas em jardins e canteiros por toda a cidade, rendeu-lhe as denominações de "Cidade das flores","Suíça pernambucana", Cidade-Jardim" e "Cidade Serrana”. 

      Em 11 de novembro de 2005, com a presença do ministro aposentado Evandro Gueiros Leite, que dá nome à sede da Justiça Federal naquele município, foi inaugurada a 23ª Vara Federal, pelo o presidente do TRF da 5ª Região, desembargador federal Francisco de Queiroz Bezerra Cavalcanti, e o diretor do Foro da Seção Judiciária de Pernambuco, juiz federal Frederico José Pinto de Azevedo. A vara ficou sob a responsabilidade do juiz federal André Carvalho Monteiro. 

      No dia 13 de abril de 2012 foi inaugurada a 32ª Vara Federal. O evento contou com a participação das juízas federais Joana Carolina Lins Pereira, diretora do Foro da JFPE, e Marília Ivo Neves, juíza titular da nova vara, cuja competência é de Juizado Especial Federal.