segunda-feira, 10 de abril de 2017

BATEU, LEVOU!: "REIZINHO DO AGRESTE" X "SERVIÇAL".SAIBA TUDO SOBRE FARPAS ENTRE ISALTINO E IZAÍAS

            


               A recusa do prefeito de Garanhuns, em recepcionar o governador Paulo Câmara (PSB), quinta-feira passada, no seminário "Pernambuco em ação", ainda está provocando a ira dos aliados da base governista. Falando, na etapa de Santa Cruz do Capibaribe, no sábado, o líder do Governo na Assembleia, Isaltino Nascimento (PSB), só não chamou Izaias de arroz doce. "O prefeito [Izaías Régis] é mal-educado, desatencioso e não tem estatura para o cargo. Não recebeu o governador. Mesmo assim, Paulo anunciou investimentos de R$ 115 milhões para o Agreste Meridional e para sua terra", afirmou.



          Em resposta a Isaltino, falando ao Blog do Jornalista Magno Martins, Izaías não tomou conhecimento do líder do Governo e "disparou": "Eu posso não ter altura, mas estatura quem não tem é Isaltino, que era do PT e se vendeu ao PSB de forma escancarada".
Sobre Romário Dias, do PSD; partido que apoia o Governador, que semana passada criticou Règis, dizendo que ele queria ser Rei do Agreste, Izaías disse à Magno, que o deputado está mal informado quando afirma que foram calçadas 29 ruas com dinheiro do FEM em Garanhuns. "Na verdade, calçamos e pavimentamos 483 ruas, mas com recursos próprios, sem um vintém do Estado", declarou. Dos R$ 8 milhões pactuados pelo FEM que deveriam ser repassados à Garanhuns, apenas R$ 4 chegaram, de acordo com Izaías. Se referindo a Isaltino, Izaías bateu: "Eu gostaria de saber quando vai sair o resto. Como o líder é serviçal e desinformado, não pode prestar este serviço a Garanhuns", ironizou.


            Passado o Pernambuco em Ação, a vez agora é da oposição. Após a Semana Santa, o prefeito de Garanhuns, Izaias Régis (PTB), vai abrir as portas do município para receber a caravana oposicionista. Trata-se de um grupo de deputados estaduais hostis ao Governo que resolveu promover plenárias populares nas mesmas cidades em que o governador Paulo Câmara tem feito seminários, assinando ordens de serviços e inaugurado obras. Na ocasião, a oposição vai manifestar plena solidariedade ao prefeito pela decisão tomada e que continua a repercutir, principalmente nas redes sociais.