sábado, 1 de julho de 2017

MULHER ASSASSINADA E ENTERRADA PELO COMPANHEIRO JÁ FOI IDENTIFICADA

               Ontem a população de Garanhuns ficou perplexa com a descoberta de uma ossada pertencente a uma mulher que foi encontrada enterrada no quintal de uma residência da Rua Batalha do Tuiti, em Garanhuns. Os restos mortais só foram localizados, e crime desvendado, porque o próprio assassino procurou espontaneamente à polícia na noite desta quinta, 29 de junho, e apontou o local onde havia enterrado o corpo. 

               
Com a comprovação da veracidade das informações passadas pelo acusado, identificado como sendo José Fábio de Almeida, 27 anos, policiais da 22ª Delegacia de Homicídios  priorizam agora agilizar a identificação da vítima. O que se já se sabe é que, tal como revelou o homicida, o nome da mulher é Maria Simone Amorim da Silva, que teria  idade atual de 32 anos. Familiares da mulher já foram encontrados em Angelim (pai), no bairro do Magano (prima) e Distrito de São Pedro e devem ajudar no processo de identificação. Com a localização dos parentes, o corpo deve seguir para o Recife para ser oficialmente identificado e reconhecido por alguém da família.

        Outra prioridade da Delegacia de Homicídios é localizar e prender o co-autor do feminicídio. Em seu depoimento na Delegacia Regional na noite de ontem, José Fábio apontou um homem de nome Márcio, mais conhecido como Cabeludo ou Negão, como tendo participado da execução e ocultação do cadáver de Maria Simone. Diligências foram feitas durante toda a manhã desta sexta-feira, 30 de junho, mas o suspeito ainda encontra-se foragido;

informações e foto V&C