terça-feira, 1 de agosto de 2017

FUNDARPE DIVULGA CACHÊS DOS ARTISTAS QUE SE APRESENTARAM NO FIG 2017

            

           No Palco Mestre Dominguinhos, o polo de maior porte do festival de inverno, os músicos Baby do Brasil (R$ 91 mil) e Geraldo Azevedo (R$ 90 mil) ficaram com os segundo e terceiro maiores pagamentos, menos da metade do recebido pelo carioca. Tributo a Belchior (R$ 84 mil), Fafá de Belém (R$ 80 mil), Mart'nália (R$ 67 mil), Chico César e os integrantes da BaianaSystem (R$ 50 mil) vêm na sequência do espaço. 



        Veterana expoente da música pernambucana, a Mundo Livre S/A (R$ 25 mil), por outro lado, recebe um valor inferior ao de outros contemporâneos, como a Eddie (R$ 30 mil), ou Lucas Santanna (R$ 26,8 mil)




           Um dos dez artistas que integraram o show Tributo a Belchior, em homenagem ao cantor e compositor cearense, o pernambucano Lira recebeu o valor de R$ 30 mil enquanto os também pernambucanos, que dividiram o palco durante o tributo, Isaar, Juvenil Silva e Gabi da Pele Preta contaram com um décimo do cachê. Fora do Mestre Dominguinhos, os artistas com os maiores pagamentos foram o Maestro Forró (R$ 40 mil) por sua apresentação no Palco Instrumental e Marina Lima (R$ 38 mil), atração do Palco Pop.