domingo, 21 de setembro de 2014

EM BOCA CALADA NÃO ENTRA MOSQUITO...





As declarações do prefeito Izaías Régis (PTB), espalhadas pela internet esta semana, causaram revolta em pelo menos dois ex-prefeitos. Ivo Amaral (PMDB) e Bartolomeu Quidute (PT) reagiram com firmeza à afirmação de que os ex-prefeitos roubaram a prefeitura e deixaram Garanhuns entregue às baratas.
Amaral se mostrou “surpreso e incrédulo” com as declarações. “Infelizmente está gravado e eu tenho que acreditar”, disse em tom de decepção. Ivo procura ser justo com os ex-prefeitos, reconhecendo que cada um teve sua importância na história do município. “Eu acho que todos os prefeitos de Garanhuns deram sua contribuição para o desenvolvimento e o progresso da cidade. Estas declarações não me atingem pela história que eu tenho. Procurei dar o melhor de mim em benefício deste município e sempre disse que preparado estava para ser prefeito e por isso foi eleito duas vezes”, respondeu.
O peemedebista fez questão de ressaltar que teve todas as contas aprovadas pelos Tribunais e pela Câmara de Vereadores enquanto governou Garanhuns. “Ele foi infeliz e nós políticos às vezes falamos demais. Quando se fala demais, muito se erra. Certamente ele estava empolgado quando fez essa declaração. Minhas obras estão aí pra todo mundo ver. A população reconhece o meu trabalho. Não tenho fazenda, não tenho gado, não tenho hospital. Vivo exclusivamente da minha aposentadoria”, disse, reforçando que é um político honesto.
Já o petista Bartolomeu Quidute, foi bem mais duro. “Partindo deste cidadão, só posso dizer que ele é um homem sem palavra, mentiroso, rancoroso, perseguidor e além de tudo, que tem um grande complexo de inferioridade”, contra-atacou. “A minha resposta para ele é de desprezo. É um homem que não acredita nele mesmo por isso não dá pra outro homem acreditar nele”, completou.
Questionado sobre a afirmação de que ex-prefeitos roubaram a prefeitura, Bartolomeu ironizou com o fato de um aliado dele, Silvino Duarte, não ter sido poupado. “Ele (Izaías) não respeitou aliados e nem a memória de Zé Inácio. Cada pessoa é livre para fazer a avaliação dos governos que passaram. E o povo tem o poder para julgar minha gestão”, disse. Ainda sobre o assunto, Bartolomeu levantou uma suspeita. “Ele é o único político de Garanhuns que se diz rico. Eu não sei como ele enricou tão rápido, nem me interessa saber”, disparou.
Por telefone, o ex-prefeito Silvino Andrade (PTB) disse que “não veste a carapuça”, mas reconheceu que Izaías foi infeliz. “ Acho que ele falhou nisso e não deveria ter dado essas declarações. Amanhã ele vai ser julgado também. O julgamento do povo é muito forte. Espero que ele não faça mais isso”, respondeu, afirmando que continua aliado de Régis. Andrade ainda disse que “tem a consciência tranquila e que fez o que pode como prefeito, numa época de poucos recursos”. Antes de terminar a entrevista, o ex-prefeito invocou uma passagem bíblica para aconselhar o amigo: “não julgueis para ser julgado”.
Já Luiz Carlos (PDT), que entregou a prefeitura a Izaías, optou por não comentar as declarações que circulam na internet.
Fonte: http://www.agresteagora.com/ex-prefeitos-reagem-declaracoes-de-izaias/
Pois é.....Só não joga pedra quem tem vidraça de vidro....