terça-feira, 29 de julho de 2014

ADEUS FIG 2014

O Festival de Inverno de Garanhuns encerra sua 24º edição – com homenagem a Ivo Tinô do Amaral – consagrando o conceito de ser um encontro de todas as linguagens da cultura. As ações de música, artes cênicas (teatro, dança e circo), audiovisual, artesanato, artes visuais, cultura popular, design e moda, fotografia, literatura, patrimônio, pontos de cultura, povos tradicionais, além dos projetos especiais, se espalharam por quatorze polos de atrações. Além de terem seu próprio espaço de ações, as linguagens no FIG comungaram entre si fortalecendo a política cultural. Esta grande mostra da produção cultural nacional está representada em 128 atrações musicais, 103 de cultura popular, 48 de cênicas, 41 de literatura, 47 exposições e intervenções, 39 sessões de audiovisual e 45 cursos, palestras, debates e workshops, contabilizando 451 ações culturais.
“Os números mostram o que já vínhamos destacando. Apesar da vitrine dos grandes palcos, onde atrações regionais, nacionais e até internacionais se apresentam, o FIG é um festival de todas as cenas. Deixa um legado muito importante para a economia da cultura, promovendo uma grande circulação de artistas, formando plateias, capacitando os diversos segmentos culturais e levando arte, conhecimento, cultura e entretenimento de qualidade a públicos que, muitas vezes, não teriam outra oportunidade de assistir a determinadas atrações”, avalia o secretário de Cultura de Pernambuco Marcelo Canuto. Cerca de 3 mil artistas circularam pelo FIG nos dez dias de atividades.
O público do FIG foi contabilizado considerando a circulação das pessoas por todos os polos. Os palcos Pop, Forró e Instrumental registraram uma média de 34 mil pessoas nos cinco dias de shows. No Palco Dominguinhos, os registros dão conta de um público médio de 40 mil pessoas por dia, contabilizando 400 mil pessoas. O número aumenta quando consideramos o Palco da Cultura Popular, e o público que circulou pela Casa Galeria Galpão, Praça da Palavra, Teatro Luiz Souto, Cinema Eldorado, Circo, Pavilhão do Artesanato, Espaço da Dança, Café em Pasárgada, Cultura Livre nas Feiras, Castainho, entre outros projetos especiais no FIG. Somando todo esse público, chega-se a 500 mil pessoas circulando por todos os espaços, nos dez dias do FIG.
“O sucesso do festival é resultado de uma tarefa que começa logo após o Carnaval e, durante a realização do evento, envolve cerca de 300 profissionais. Realizamos em torno de 20 licitações para contratação de toda infraestrutura, tais como palco, som, luz, geradores, banheiros químicos, pessoal, além da convocatória artística, que abre um espaço democrático e transparente para que artistas de todo país apresentem propostas artísticas para tocar no evento”, explica o presidente da Fundarpe Severino Pessoa.
A convocatória é o modelo pelo qual o FIG tornou-se um festival conhecido pela classe artística de todo país, e bastante concorrido, sobretudo pelos mais contemporâneos. De toda a grade de artes cênicas, pode-se afirmar que 95% das atrações foi formada por grupos que inscreveram seu projeto nos editais específicos de sua linguagem. Na música, 81% da grade também foi composta pela convocatória.
Vivenciar o FIG é ter que escolher, entre duas, três, ou mais atrações que se queira assistir, mas acontecem simultaneamente. As atrações são para todos os gostos e idades. Filas enormes formaram-se diariamente para a retirada de bilhetes de cinema, circo, dança e teatro. As oficinas de formação cultural tiveram mais de 90% de suas vagas preenchidas. O FIG ocupa Garanhuns de uma forma bela, rica e inesquecível.
Não caberia citar todos os destaques, mas há que se apontar momentos históricos: a última aula-espetáculo do saudoso mestre Ariano Suassuna; Soraya Ranvele em homenagem a Ivo Amaral; Du Moscovis encenando O Livro, fazendo homenagem a Ariano, e ainda recebendo na plateia deficientes visuais que assistiram ao espetáculo por audiodescrição; Geraldo Azevedo encontrando Elba Ramalho no mesmo palco; Otto e Nação Zumbi botando milhares para pular em plena segunda-feira; José Augusto fazendo coro com milhares de pessoas; o circo e o teatro lotados em todas as suas sessões. O FIG 2014 já deixou saudades.
FIG PELA INTERNET
Por meio de uma parceria institucional com a TV Pernambuco, o Festival de Inverno de Garanhuns chegou a ainda mais pessoas este ano. Até a última sexta-feira (25), os programas diários com a transmissão oficial – ao vivo – de shows do Palco Mestre Dominguinhos, exibição de entrevistas com artistas e reportagens sobre o festival obtiveram mais de 360 mil acessos.
Os programas da TV FIG/TV Pernambuco foram transmitidos pela internet, no novo portal da cultura pernambucana, o www.cultura.pe.gov.br, no site da TV Pernambuco e também no Portal da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).
A parceria entre Secult-PE/Fundarpe e a TV Pernambuco resultou também na produção de vídeos sobre diversas ações do festival. Algumas dessas produções já estão disponíveis aos artistas e ao público em geral no portal Cultura.PE. Em breve, um documentário para televisão sobre o FIG será finalizado e exibido na TV Pernambuco e oferecido a outras emissoras públicas do país, como forma de promover o festival e, em especial, os nossos artistas.
O FIG PELOS ARTISTAS:
“São 24 edições eu fiz 22. É uma alegria muito grande estar no FIG, realmente o publico me recebe de maneiro muito carinhosa, é uma data muito marcante para mim. Meu público vem assistir até a passagem de som. Isso gratifica a gente, estou chegando a 54 anos de carreira e fico admirado de ser recebido assim como sou”. Adilson Ramos
“Foi maravilhoso tocar aqui, pois temos um público de tudo quanto é lugar. Garanhuns, Recife, Olinda, Maceió, Natal, Arcoverde. Sei de gente até do Rio e de São Paulo aqui, então o festival é uma coisa nacional já. Acho incrível isso, fundamental essa coisa de ter vários palcos, multicultural. Foi no palco instrumental e vi o show de Guizado. Também teve Otto, Nação, grandes irmãos de geração, ainda bem que toquei antes e não corri o risco de perder a voz no show deles”.
B. Negão
“Pra gente é sempre muito bom tocar em Garanhuns, 24º edição, queremos que dure ainda mais. Um casting sempre variado, do estado, do Brasil, do exterior. Está de parabéns. Só temos a agradecer”.
Jorge Du Peixe

“Tocar em Garanhuns, no agreste, pra mim que sou de Belo Jardim, é especial. Numa noite de amigos da mesma geração, do batuque, do rock’n’roll. Sou uma pessoa muito ligada a este lugar, desde pequeno venho para Garanhuns. É uma cidade da minha fantasia infantil. Eu vim nos primeiros anos do FIG e a estrutura era menor; hoje vemos no que se transformou. Pernambuco é bom quando ele é forte”.

Otto
 ( www.cultura.pe.gov.br )

CARTA PARA ARIANO SUASSUNA



CARTA

"Carta para Ariano,

Quem te escreve agora é o Cavalo do teu Grilo. Um dos cavalos do teu Grilo. Aquele que te sente todos os dias, nas ruas, nos bares, nas casas. Toda vez que alguém, homem, mulher, criança ou velho, me acena sorrindo e nos olhos contentes me salva da morte ao me ver Grilo.

Esse que te escreve já foi cavalgado por loucos caubóis: Por Jó, cavaleiro sábio que insistia na pergunta primordial. Por Trepliev, infantil édipo de talento transbordante e melancólicas desculpas. Fui domado por cavaleiros de Sheakespeare, de Nelson, de Tchekov. Fui duas vezes cavalgado por Dias Gomes. Adentrei perigosas veredas guiado por Carrière, por Büchner e Yeats. Mas de todos eles, meu favorito foi teu Grilo.

O Grilo colocou em mim rédeas de sisal, sem forçar com ferros minha boca cansada. Sentou-se sem cela e estribo, à pelo e sem chicote, no lombo dolorido de mim e nele descansou. Não corria em cavalgada. Buscava sem fim uma paragem de bom pasto, uma várzea verde entre a secura dos nossos caminhos. Me fazia sorrir tanto que eu, cavalo, não notava a aridez da caminhada. Eu era feliz e magro e desdentado e inteligente. Eu deixava o cavaleiro guiar a marcha e mal percebia a beleza da dor dele. O tamanho da dor dele. O amor que já sentia por ele, e por você, Ariano.

Depois do Grilo de você, e que é você, virei cavalo mimado, que não aceita ser domado, que encontra saídas pelas cêrcas de arame farpado, e encontra sempre uma sombra, um riachinho, um capim bom. Você Ariano, e teu João Grilo, me levaram para onde há verde gramagem eterna. Fui com vocês para a morada dos corações de toda gente daqui desse país bonito e duro. Depois do Grilo de você, que é você também, que sou eu, fui morar lá no rancho dos arquétipos, onde tem néctar de mel, água fresca e uma sombra brasileira, com rede de chita e tudo. De lá, vê-se a pedra do reino, uns cariris secos e coloridos, uns reis e uns santos. De lá, vejo você na cadeira de balanço de palhinha, contando, todo elegante, uma mesma linda estória pra nós. Um beijo, meu melhor cavaleiro.

Teu,
Matheus Nachtergaele"

FESTA DE SÃO CRISTÓVÃO 2014 - CONVITE


Com o tema "Com São Cristóvão, Ide e fazei discípulos entre todas as nações!", uma das festas mais populares de Garanhuns, em sua 33ª edição, a Festa do Padroeiro da Comunidade São Cristóvão na Liberdade terá 4 dias de duração, iniciando no dia 07 de Agosto às 19:30h na Capela São Cristóvão, localizada na Rua da Liberdade ao lado do Cemitério São Cristóvão. 
Os festejos se encerram no dia 10 de Agosto com a CARREATA DE SÃO CRISTÓVÃO, saindo a partir das 15:30h em frente a Capela, com a benção dos veículos no retorno. Em seguida encerrando com a Santa Missa presidida pelo Pe. Francisco às 17h.

V GERES REALIZOU AÇÔES EDUCATIVAS NO HALÉ DA SAÚDE DURANTE O FIG


Chalé da Saúde no Festival de Inverno 


Mais uma vez a V Gerência Regional de Saúde do Governo do Estado, de forma integrada a municípios e instituições, promoveu o Chalé da Saúde, na Esplanada Cultural Mestre Dominguinhos. Durante os dez dias de evento, profissionais fizeram atividades educativas com as pessoas que foram curtir os grandes shows da Esplanada Mestre Dominguinhos.
Este ano, houve um destaque para a campanha junto ao Hemope de doação de sangue, "Neste Festival, Dê Cor ao Seu Inverno". Servidores do Hemope, do Hospital Regional Dom Moura e da V GERES criaram a esquete "CQC doador?", fazendo uma paródia ao programa da televisão. A recepção do público foi de muita alegria e a aceitação imediata.
O Chalé tradicional da V GERES no Festival de Inverno contou com uma programação diária. A abertura foi feita pela Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva da Regional, inclusive com a criação de um adesivo de uma gota de sangue, que foi distribuído às pessoas na praça, multiplicando o alcance da campanha de doação.
Durante estes dias passaram pelo Chalé da Saúde vários municípios, a exemplo de Palmeirina, Canhotinho, Paranatama, Itaíba e Lajedo. Na última sexta-feira foi a vez de Bom Conselho, e no sábado de encerramento, a ação foi promovida pelos Residentes Multiprofissionais do Hospital Regional Dom Moura, que deram um show de alegria e informação, interagindo com as pessoas.
"Estamos muito felizes com o sucesso da campanha no evento, pela integração de municípios e instituições de saúde em nossa regional, mas principalmente por poder proporcionar um ambiente de educação, de informação que é tão importante quanto o remediar. E desta vez, junto ao Hemope, alertamos ainda para a necessidade de termos nossos estoques de sangue regulados." - Afirmou Dr. Luiz Melo, gestor da V GERES Garanhuns.

MELHORES MOMENTOS DO FIG 2004

NAÇÃO ZUMBI




LUIS CALDAS




OTTO



VANESSA DA MATA



MARCELO JENECI




CIRCO




TEATRO



ARTESANATO



FOTOGRAFIA



CULTURA POPULAR



MAMULENGOS



NANDO AZEVEDO




TATU GOIABA




UNIVERSONS - PÇ DA PALAVRA



ROBERTO LMA



CAVALO MARINHO BOI PINTADO



QUIZADO


CULTURA PERNAMBUCANA HOMENAGEIA SÉRGIO PEZÃO NO ENCERRAMENTO DO FIG


No último dia do ‪#‎FIG2014‬, a produção do festival decidiu fazer uma homenagem póstuma a Sérgio Valença, o Pezão. Enquanto imagens dele eram exibidas nos telões do FIG, todos os que fazem a Secult e Fundarpe subiram ao Palco Dominguinhos e o cantor China, que acabara de tocar com a banda Del Rey, foi convidado para ler um texto escrito em nome de todos os realizadores e produtores do FIG 2014. Foi um momento emocionante, com milhares de palmas de uma praça lotada a este grande produtor cultural do estado, falecido em abril deste ano. Confira o texto em sua homenagem, lido por China:
Pedimos licença para falar, neste último dia do FIG, de uma pessoa que, se estivesse aqui entre nós, talvez dissesse assim: Não quero isso! Vocês estão doidos! Não inventem! Mas ele não está mais aqui, infelizmente, partiu cedo, no dia 25 de abril deste ano, e deixou saudades nos amigos que fez na Secretaria de Cultura e Fundarpe, que ficaram esses dez dias lembrando dele, enquanto produziam mais um FIG.
Então, Sérgio Valença, melhor, Pezão, nos desculpe, mas vamos falar de você sim. Dizer que foi impossível realizar o festival sem que sua imagem aparecesse nas nossas cabeças e papos, enquanto realizávamos as tarefas básicas: montagem e funcionamento de palco, som, luz, programação, passagem de som, e tudo que acontece num backstage e que o público nem sempre tem conhecimento. Incluindo a Comunicação para a Imprensa. Pezão tinha ideia pra tudo e era estilo “papo reto” ao fazer suas defesas.
Valeu Pezão! O FIG Agradece.
Pezão era dos bastidores, mas não foi somente isso. Depois de comandar alguns dos mais importantes palcos do estado de Pernambuco, Pezão virou um professor de produção cultural, e nas oficinas que realizou em diversos festivais ele formou uma moçada grande, que hoje está pronta para fazer festivais do tamanho deste que se tornou o FIG.
Vocês, que ficam do outro lado do palco, não fazem ideia do que é ficar lá atrás. Pezão era um mestre em coordenar tudo atrás das cortinas. Para que aqui na frente estivesse tudo lindo! Sua cabeça fervilhava de ideias e não existia conversa sem que novos planos fossem cogitados, sem que críticas fossem feitas, e debates fossem gerados. Pezão falava sobre tudo: arte, futebol e política, principalmente a cultural.
Pezão, enquanto falamos de você aqui, dá para escutar tua voz e tua rizada. Tudo em você foi marcante. Não tinha como um homem do seu tamanho passar, sem que ninguém percebesse. E mesmo nesse primeiro FIG sem tua presença, tenha a certeza de que o teu estilo, e principalmente o amor que você tinha pelo trabalho da produção, vão marcar para sempre a geração de músicos, roadies, técnicos de som, de palco, de luz, músicos e toda galera que trabalha com produção e com música e teve a honra de dividir trabalho com você. Lembranças eternas de Pezão!
Mundo da Cultura Pernambucana

terça-feira, 22 de julho de 2014

UMA LIÇÃO DE CIDADE - OCUPEESTELITA


NESTE fESTIVAL DE INVERNOS cantores, artistas de todos os segmentos estão fazendo o seu melhor. Artistas se apresentam e a população agradece. Simples assim...Mas uma coisa nos chama a atenção: Os artistas, citaremos alguns como Tibério Azul, Otto e Nação Zumbi, trouxeram ao público, além de excelentes shows, sons e poesia,  a bandeira do movimento OCUPEESTELITA, que repercute fervorosamente nos cantos do país.
O grupo Nação Zumbi mostrou faixas com o protesto que não é apenas simbólico. É humano, é real e que vem sido tratado de maneira leviana por que de fato tem o poder para mudar algumas coisas.
Integrados ao OCUPEESTELITA, estamos enviando axé, força e luz aos jovens que ali acampam e que fazem desta reivindicação, o estandarte de uma nova geração comprometida, questionando, participando e construindo a história deste estado tão lindo, tão progressista.

O que é OCUPEESTELITA

É um movimento em prol do cais josé estelita, ameaçado pelo projeto entitulado ‘novo Recife’ do consórcio formado pelas construtoras moura dubeux, queiroz galvão, gl empreendimentos e ara empreendimentos que compraram o terreno da rffsa em leilão no ano de 2008. o projeto está em fase de análise na prefeitura do Recife, onde não se vê posicionamento firme. qualquer intervenção na área foi suspensa por determinação do ministério público enquanto os órgãos de preservação responsáveis (iphan e fundarpe) não se manifestarem oficialmente e, caso essas instâncias sejam ultrapassadas, serão exigidos tanto pelo ministério público quanto pela população os relatórios de impacto ambiental e de vizinhança no processo de licenciamento, que ainda pode impedir a obra.
o gabarito violentamente desproporcional à massa edificada do bairro de são josé e incompatível com a paisagem de um Recife horizontal, que se deu avançando metro a metro sobre as águas; o excessivo adensamento e suas consequencias; o exclusivismo em relação ao setor social a que se destina o programa do empreendimento e o abrupto corte social que ele provoca no bairro, assim como a eleição de uma frente para o projeto na direção do pina e de boa viagem, tratando o bairro como os fundos são alguns elementos concretos que apontamos, dentro da indignação que o Novo Recife nos provoca de uma forma mais ampla, porque agride profundamente nossa idéia de cidade.
a proposta do #ocupeestelita é chamar a atenção para a área e principalmente reforçar que existem muitas possibilidades de ativá-la; "que a proposta da moura dubeux e queiroz galvão não é a única maneira de integrá-la à cidade, ao contrário, é uma das piores, justamente porque a conecta com uma face da cidade que não reflete sua diversidade, que não enfrenta seus problemas e que não respeita sua identidade e sua história."Movimento ocupeestelita.

JUSTIÇA RECOMENDA ANULAÇÃO DO CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA DE ANGELIM



LogomarcaO Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao município de Angelim (Agreste Meridional) que promova a anulação de todos os atos administrativos na contratação do Consórcio Público para o Desenvolvimento da Região Agreste Meridional de Pernambuco (Codeam), contratada para a realização de concurso público para provimento de cargos efetivos do município. Especialmente, anular o processo licitatório n°20/2012, Dispensa n°003/2012 e atos subsequentes.

O município deverá ainda adotar medidas, administrativas e/ou judiciais, a fim de garantir aos inscritos no certame, iniciado a partir da publicação do edital n°01/2012, o ressarcimento pelas inscrições pagas, bem como os valores eventualmente pagos pelo município em favor da Consórcio, no que se refere à organização do concurso público.

De acordo com o documento, elaborado pelo promotor de Justiça Jorge Gonçalves Dantas Júnior, foi instaurado procedimento  para apurar notícias de irregularidades no referido concurso público, do edital n°01/2012, constatando que o município de Angelim contratou o Codeam por meio do processo de dispensa de licitação n°003/2012.

A contratação, segundo Dantas Jr. fere o que diz o  inciso XIII, do artigo 24,da Lei 8.666/93 (Licitação e Contratos), uma vez que o Consórcio não é estatutariamente incumbido de pesquisa, ensino ou de desenvolvimento institucional e não possui inquestionável reputação ética-profissional, com larga experiência na organização de seleções públicas.

Ressalta ainda que a Constituição Federal (CF) define, no artigo 241, que Consórcio Público tem competência para a gestão associada de serviços públicos aos entes federativos, não se enquadrando nessa definição a prestação direta de serviços públicos a qualquer dos consorciados. Para o promotor de Justiça, isso já evidencia a ilegalidade da contratação da Codeam para a realização do concurso público em prol do município de Angelim.

Por fim, Jorge Gonçalves reforça que a contratação de entidade organizadora para a realização de concurso público para provimento cargos efetivos exige procedimento licitatório, nos termos da Lei 8666/93, de modo a garantir a efetividade dos princípios da legalidade, isonomia e impessoalidade, definidos pela CF como princípios da administração pública.

O município deverá informar à Promotoria de Justiça de Angelim, no prazo máximo de 30 dias, se vai acatar ou não a recomendação.

Do MPPE

O QUE TEMOS PARA HOJE?


PAULO CÂMARA INTENSIFICARÀ POLÍTICA DE GÊNERO


Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press
Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press
Mais de 150 mulheres lotaram uma casa de recepções na Boa Vista, na noite de ontem para debater propostas de gênero com o candidato ao governo do estado pela Frente Popular, Paulo Câmara (PSB). O debate, no entanto, acabou não ocorrendo. Com mais de meia hora de atraso, o socialista chegou ao local acompanhado do candidato ao Senado da coligação, Fernando Bezerra Coelho (PSB). Ambos fizeram um breve discurso sobre a importância de políticas específicas para as mulheres e seguiram para uma nova agenda na Mustardinha. Câmara se desculpou e incumbiu a secretária da Mulher e coordenadora das políticas para as mulheres de seu programa de governo, Cristina Buarque, de repassar-lhe os detalhes do encontro e as sugestões oriundas do encontro nesta terça-feira.

Antes de Câmara, Fernando Bezerra Coelho teve a palavra e enalteceu o trabalho desenvolvido por Cristina Buarque durante o governo Eduardo Campos. “Vamos aperfeiçoar o trabalho coordenado por Cristina, que tem excelência reconhecida internacionalmente. Temos muito a avançar ainda. A violência contra a mulher é uma chaga, apesar dos avanços do Pacto Pela Vida. Outro problema é a discriminação. Muitas mulheres ainda têm uma remuneração menor e não são reconhecidas por seu talento. Temos que avançar na legislação, mas estou muito animado, pois vejo que não estamos aqui apenas para formular políticas públicas, mas sim para gerar uma grande mobilização por todo o estado”, disse FBC.

Paulo Câmara foi na mesma linha. “Acompanhei a criação da Secretaria da Mulher e as angústias de Cristina. Estamos iniciando um novo processo de diálogo. Vamos intensificar as políticas de gênero, criar o Hospital da Mulher de Petrolina e de Serra Talhada, buscar ampliar o número de creches, implementar delegacias especializadas para a mulher com a esperança de que, no futuro, possamos desativá-las por não precisar mais delas. Estamos iniciando um processo hoje e saio com a certeza de que construiremos a melhor política pública para as mulheres”, disse o socilalista.

ARIANO SUASSUNA SOFRE AVC HEMORRÁGICO E PASSA POR CIRURGIA NO HOSPITAL PORTUGUÊS


Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press
Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press
Diário de Pernambuco


O escritor Ariano Suassuna foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Real Hospital Português, na noite desta segunda-feira (21), após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. De acordo com os médicos, o estado de saúde do dramaturgo é considerado grave, porém estável.
Ariano Suassuna foi hospitalizado às 20h desta segunda com um sangramento intracraniano. Ele foi levado para a sala de cirurgia em um procedimento emergencial. A operação neurológica foi considerada bem-sucedida e terminou por volta das 23h. De acordo com o Hospital Português, em seguida, ele foi encaminhado para a UTI Neurológica da unidade e não tem previsão de alta.

Dantas Suassuna, filho do paraibano radicado em Pernambuco, estava em viagem quando soube da internação do pai. "Minha irmã me ligou falando que ele passou mal e foi para o Hospital Português. Nem sei direito o que aconteceu. Estou voltando para casa", desabafou.

Na última sexta-feira (18), o escritor concedeu uma aula espetáculo no Festival de Inverno de Garanhuns, no Agreste. Na manhã do sábado (19), ainda tirou fotos com fãs que participavam do evento. Segundo Samaroni Lima, assessor de Ariano, ele estava ótimo e muito animado. "Não se queixou de fraquezas ou qualquer outro problema. Ele estava normal, estava bem", contou. Ainda de acordo com o assessor, o autor não tinha aulas programadas para esta semana.

Coração
Em agosto passado, Ariano Suassuna sofreu um infarto agudo do miocárdio e foi internado no Hospital Português. Segundo os médicos, ele teve um comprometimento cardíaco considerado de pequenas proporções. Dois dias após receber alta médica, deu entrada novamente na unidade. Ele teria sido encontrado desacordado no chão de casa por familiares e passou mais quatro dias na UTI.
diário de Pernambuco

segunda-feira, 21 de julho de 2014

PIS E PASEP COMEÇAM A SER PAGO EM TODO O PAÍS



O governo deve pagar este ano quase R$ 17 bilhões em abono para os trabalhadores. O benefício é pago todo ano e funciona como um 14º salário. O valor atual é de R$ 724. Tem direito a receber o abono o trabalhador com pelo menos cinco anos de cadastro no PIS/ PASEP, que tenha trabalhado pelo menos 30 dias no ano passado com carteira assinada ou por nomeação no serviço público e que tenha recebido em média até dois salários mínimos por mês.
No caso do PIS, o pagamento é feito pela Caixa Econômica Federal e do PASEP pelo Banco do Brasil. Trabalhador que tem o Cartão Cidadão pode sacar o dinheiro nas lotéricas.
Hoje é o primeiro dia de pagamento do abono e de acordo com o cronograma, até outubro a maioria das pessoas já deve receber o dinheiro. Mas o prazo final vai até junho do ano que vem.
No ano passado 1,1 milhão de trabalhadores que tinham direito ao abono se esqueceram de retirar o dinheiro. Para saber se você está na lista basta procurar um dos bancos oficiais.
Os dados do trabalhador precisam estar sempre atualizados. O diretor de Emprego e Sálario do Ministério do Trabalho, Rodolfo Péres Torelly, explica que só vai receber o abono quem foi contratado por empresas ou pelo governo. “Todo trabalhador de pessoa física que não tenha CNPJ, que não contribua com PIS/PASEP não tem direito ao abono salarial”.
Trabalhadores como empregadas domésticas ou jardineiros, contratados por pessoas físicas, estão de fora. Clique aqui para mais informações.
Quem tem direito ao abono precisa procurar o banco levando um documento de identificação com foto, de preferência e a carteira de trabalho com o número do PIS ou do PASEP.
Para consultar o PASEP, basta ligar para os números 4004-0001, 0800-729-0001 ou 0800-729-0088 (para pessoas com deficiência). Para consultar o PIS, basta ligar no número 0800-726-0207.
Calendário de Pagamentos

O crédito em conta, para quem tem conta na Caixa, será realizado da seguinte forma:
  • Nascidos em julho, agosto e setembro a partir de 15/07/2014.
  • Nascidos em outubro, novembro e dezembro a partir de 14/08/2014.
  • Nascidos em janeiro, fevereiro e março a partir de 16/09/2014.
  • Nascidos em abril, maio e junho a partir de 14/10/2014.

SEGUNDA FEIRA NA PRAÇA TEM:

  • BNegão
  •  
  • Otto
  •  
  • Nação Zumbi

PALCO INSTRUMENTAL COM MARCOS CABRAL NA ABERTURA



Teve início no sábado (19) no parque Ruber Van der Linden, (popularmente conhecido como Pau Pombo), as atividades do já bem conhecido e assistido Palco Instrumental, que esse ano conta com uma redução em sua programação, fato que gerou muitas especulações e questionamentos. A programação sempre iniciadas as 18h carrega como sempre uma diversidade em sua composição. Artistas como Orlito Blues, Roberto Lima e Beto do Bandolim se apresentarão por lá. Músico, multi-instrumentista, o Garanhunense Marcos Cabral (Marquinho Canhoto, como é conhecido) abriu os trabalhos por lá dando os primeiros acordes e solos em sua guitarra. Em seguida apresentaram-se Henrrique Annes que participa pela oitava vez do FIG e encerrando a noite o, também brilhante, ritmista Naná Vasconcelos acompanhado do não menos excepcional Luí Coimbra. O Palco Instrumental volta a funcionar na próxima quinta-feira (24).


Henrrique Annes


Naná Vasconcelos


Lui Coimbra

CANTOR RECIFENSE TIBÉRIO AZUL LOTA PALCO POP



Nascido e criado no Recife, Tibério Azul desenvolveu arte desde cedo. Ainda criança ganhou concursos de poesia no colégio e não cansava de inventar histórias, palavreados infantis. Com a idade adquiriu paciência e direcionou os anseios poéticos para a música. Montou projetos musicais, bandas, lançou discos, DVD, blog e partiu pelo Brasil realizando shows, formando público, admiradores e amigos. Fundou a banda lítero-musical, Mula Manca e a Fabulosa Figura, com quem lançou dois discos e o projeto de auto suficiência artística “Banda seu Chico”, ainda em atividade, com quem lançou DVD e CD ao vivo. No final de 2011 nasceu o primeiro disco solo “Bandarra, ou caminho que vai dar no sol”. A estreia teve rápida e larga aceitação de crítica e público, Incluindo Azul no grupo de promessas da música brasileira.

Penúltima e mais esperada atração do palco pop deste sábado, 19 de julho, o cantor Tibério Azul deixou seu recado aqueles que prestigiaram seu show. O mesmo palco a partir das 00h passa então a funcionar como o palco do forró, seguindo sempre madrugada adentro. Ainda no sábado, se apresentaram por lá, Romero Ferro, Aninha Martins e o Filipe Catto. Em entrevista ao blog do Gidi Santos, Tibério fala sobre seu público, sobre a essência do FIG e sobre suas influências musicais, confira:



BLOG DO GIDI SANTOS:
4ª VEZ NO FIG, TRADUZA O SHOW DE HOJE ?
TIBÉRIO AZUL:
- Foi emocionante, estou me sentindo em casa, essa é a 4ª vez que toco em Garanhuns, tanto com o meu projeto quanto com outros e cada vez que venho me surpreendo. Tenho um carinho maior e todo especial com público local, é como se eu estivesse “arrumando a sala da minha casa”, eu fico muito feliz com isso.
BLOG DO GIDI SANTOS:
QUAIS SÃO SUAS INFLUÊNCIAS MUSICAIS ?
TIBÉRIO AZUL:
Tento não ser influenciado somente por um viés, às vezes músicos se influenciam somente por outros músicos. Eu tento abrir muito o meu leque, eu tenho uma diversidade de pessoas que me influenciam; desde poetas como Rilke, Manoel de Barros, Fernando Pessoa, até artistas com The Doors, Pink Floyd, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Alceu Valença, Cordel do Fogo Encantado, além de filosofias, oriental, cristã etc. Eu gosto muito de testar as coisas de uma forma mais ampla para que a arte possa surgir de uma maneira que venha em gotas e se transforme em oceano.

BLOG DO GIDI SANTOS:
O QUE VOCÊ ACHA DA ESSÊNCIA CULTURAL DO FIG ?
TIBÉRIO AZUL:
         -O Festival de inverno de Garanhuns, desde que me entendo por gente, preza pela essência artística, ele não busca apenas público e um sucesso fácil, ele busca algo que toque e sensibilize as pessoas. As vezes que estive aqui enquanto público sempre fui tocado e enquanto artista também sou tocado. Isso me alegra muito e mesmo que mudem os partidos, mesmo que o poder mude de mãos as pessoas já entenderam que essa é a grande essência do FIG, ele se mantém poético, isso é gratificante. Quando não estou tocando eu estou do outro lado curtindo shows maravilhosos, vendo oficinas, tomando chocolate quente que o recifense adora, ou seja, participando ativamente desse mega evento.


AO FINAL TIBÉRIO AZUL DEIXOU UMA MENSAGEM
PARA OS LEITORES DO BLOG:

 O espaço-tempo está deixando de existir em meio aos encurtamentos a que estamos condicionados, um desses é a internet. Assim sendo, sintam-se abraçados por mim e pelo meu trabalho.

TERCEIRA NOITE DE SHOWS DO FIG RECEBEU MAIS DE 50 MIL PESSOAS



Zé Ramalho 
Na terceira noite de shows do Festival de Inverno de Garanhuns, a Praça Cultural Mestre Dominguinhos ficou lotada. De acordo com a Polícia Militar, mais de 50 mil pessoas acompanharam as atrações. Com a praça repleta e um público fervoroso, abrindo a programação da noite, subiu ao palco "Rogério e os Cabra", que logo se destacou por suas letras realçarem elementos da cultura regional do agreste pernambucano.
A segunda atração da noite contou com um show coletivo de três dos maiores expoentes da cultura pernambucana: Juliano Holanda, Zé Manoel e Isadora Melo. Em seguida, Marcelo Jeneci, compositor e multi-instrumentista, subiu ao palco trazendo, no repertório, músicas como "O melhor da Vida" e "Feito pra acabar", pontuadas sempre pela voz feminina de Laura Lavieri, sua parceira musical de disco. "Eu sinto saudade de Garanhuns, eu sinto saudade do Agreste, estou voltando pra dizer isso", afirmou.
A cantora paulista Céu foi a penúltima atração da noite, reeditando o show "Catch a Fire", com repertório de Bob Marley. E quem encerrou a programação ontem, do Palco Mestre Dominguinhos, foi Zé Ramalho, nome de maior apelo de público dessa noite. Agora a expectativa é para receber, hoje (20), Adilson Ramos e Angela Maria, como marco da música romântica popular brasileira, entre outros artistas que prometem aquecer mais uma noite do Festival de Inverno de Garanhuns.


Marcelo Jeneci

( Secom - PMG )

APAE GARANHUNS APRESENTA SHOW DE PURA ARTE E SUPERAÇÃO NO 24º FIG


Tendo como missão a defesa de direitos da pessoa com deficiência, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Garanhuns (Apae) desenvolve, desde o ano de 1996, o programa "Nossa Arte", que oportuniza a participação de pessoas com deficiência em atividades culturais. Na tarde deste sábado (19), o grupo preparou uma belíssima apresentação para o 24° Festival de Inverno de Garanhuns, no Palco da Cultura Popular, no centro da cidade.
A apresentação do Grupo Nossa Arte foi feita com base no folclore brasileiro. Reisado e Caboclinho foram os ritmos que embalaram os visitantes do espaço. O "Nossa Arte" também já se apresentou em diversos eventos e festivais espalhados pela região. Todos os profissionais envolvidos trabalham em prol da inclusão através da arte. Esse trabalho é desenvolvido sob a coordenação da professora Neuza Viana. A produção e a coreografia ficam por conta da professora Elielma Salgado, e os adereços por Cleonice Maciel e Eneida Santos.
Reunindo a riqueza da cultura popular nordestina, como o coco, boi, reisado, entre outros, o polo de Cultura Popular está localizado na Avenida Santo Antônio, Largo do Colunata, no centro.

( Secom – PMG )

HOMENAGEM A IVO AMARAL GANHA EXPOSIÇÃO HISTÓRICA NO FIG 2014



Foi inaugurada na tarde de Sexta-feira (18) a exposição "Ivo Amaral e o nascimento do FIG", localizada no térreo do Educandário Almerinda Espíndola Rodrigues do SESC de Garanhuns, no centro da cidade. A abertura contou com a presença do anfitrião, Ivo Amaral, de seus familiares, amigos e admiradores do seu engajamento por Garanhuns. Na ocasião, todos compartilharam de um momento de confraternização e celebração.
Os feitos de Ivo, são relembrados na exposição. A sua história de vida e a de Garanhuns, por várias ocasiões se coincidem. Seu filho, foi um dos últimos a lhe prestar uma homenagem, momento bastante emocionante para os familiares. Logo em seguida, foi aberto o espaço onde estará exposto um acervo sobre a vida pessoal e profissional de Ivo Tinô do Amaral.
A exposição reúne fotos, documentário em vídeo, certificados, jornais, prêmios, entre outros acervos pessoais, como também, materiais oriundos de pesquisas em Garanhuns e na capital pernambucana. A realização da primeira edição do Festival de Inverno de Garanhuns e a instalação do tão conhecido Relógio de Flores são feitos de Ivo Amaral que ganharam destaque na exposição. O público terá até o dia 27 de julho para conhecer a exposição, que funcionará das 9h às 21h, de segunda a sexta-feira, e das 9h às 13h durante o fim de semana.

( Secom – PMG )

CIRCO É O SEGUNDO POLO DE MAIOR PÚBLICO DO FIG


A lona de circo está montada no Centro Administrativo da Prefeitura de Garanhuns, localizado na Avenida Caruaru. As apresentações dos espetáculos circenses acontecem às 16h. Iniciados desde o dia 19, se estenderão até o próximo sábado (26). Os ingressos são distribuídos gratuitamente, das 13h30 às 15h, sendo o limite de três ingressos para cada pessoa.
Nos dias 25/07 e 26/07 serão duas seções por dia. Uma às 14h e outra às 16h. Será apresentada a Mostra de Números Circenses e o espetáculo: "O Reencontro de Palhaços na Rua é a Alegria do Sol com a Lua". Por isso, apenas nesses dias, os ingressos serão distribuídos das 11h30 às 13h.


O circo é o polo que possui o segundo maior público do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), perde apenas para a Praça Cultural Mestre Dominguinhos, o palco principal. Com um público de 1.200 pessoas, o circo apresentou nesta última tarde (20), o espetáculo da tradicional centenária Família Alves. Várias especialidades foram reunidas no espetáculo, como malabaristas, palhaços e acrobatas. Com toda empatia e interação, gargalhadas tomaram conta do ambiente.

Carminha Lins, produtora executiva do Circo no festival, fala sobre a recompensa pelo trabalho. "Para nós é bastaste gratificante quando observamos o olhar da criança, o choro, a emoção, a gente vê que fez um trabalho legal, vê que conseguimos trazer a arte milenar. Não estamos mais em fase de experiência, o circo veio pra ficar e ficou, e a melhor resposta que recebemos do público é a fila que temos à espera do ingresso", completa.
( Secom - PMG )

QUARTA NOITE DO FIG É DEDICADA AOS APAIXONADOS



Cantor Adilson Ramos
A Banda Flash, que é de Garanhuns, foi a responsável por abrir os shows da noite. O grupo, que já passou por esse palco em outras edições do festival, trouxe, desta vez, a participação especial da cantora Karla Cibele, também garanhuense. Juntos, cantaram sucessos nacionais, como "Prova de Fogo" e "Quero Que Vá Pro Inferno".


Banda Renato e seus Blue caps
A segunda atração deste domingo, foi o cantor Adilson Ramos, com a alegria e a energia que sempre apresenta em seus shows, ao longo de seus 54 anos de carreira. Adilson cantou seus maiores sucessos a exemplo de "Olga" e "Lêda". O cantor fez questão de homenagear seu amigo Reginaldo Rossi, já falecido, cantando "Garçom". O público muito participativo, fez a segunda voz em vários momentos do show.

Cantora Angela Maria
A noite ainda reservava grandes emoções com a cantora Ângela Maria, uma das eternas vozes da música popular brasileira, que subiu ao palco para encantar o público com canções românticas e muita simpatia. Com uma apresentação com pouco mais de uma hora, Ângela cantou músicas como "Cinderela e "Lábios de Mel", dedicadas aos apaixonados.

Banda Flash
Logo após, foi a vez do conjunto musical Renato e Seus Blue Caps dar sequência aos sucessos da jovem guarda, fazendo o público esquecer do frio. Hoje (21), as expectativas são para os shows de Otto e Nação Zumbi, entre outras atrações.
( Secom - PMG )

ESPETÁCULO "RITMO É TUDO" ENCANTA NO 24º FIG



Pela primeira vez em Garanhuns, os Irmãos Brothers Band apresentam o espetáculo de dança "Ritmo é Tudo". A companhia carioca de dança, teatro, circo e música, já existe há 21 anos e, nessa 24ª edição do Festival de Inverno (FIG), se apresentou na abertura da Lona de Circo no último sábado (19). Já neste domingo (20), o dia foi reservado para o Espaço da Dança e do Teatro para a Infância, no Parque Euclides Dourado.
No decorrer da apresentação, é possível perceber a interligação da arte poética através do ritmo. O elenco é composto por dois dançarinos: Bruno Carneiro e Tatiana Miranda que, além de mostrarem uma flexibilidade fora do comum em suas coreografias, também provocaram o riso na plateia em momentos cômicos do show. O espetáculo foi inspirado no livro de poesias "Ritmo é Tudo", do poeta Ricardo Elia.

O diretor Alberto Magalhães, conta a satisfação de apresentar a iniciativa em Pernambuco pela primeira vez. "Demos início às apresentações em abril deste ano só mesmo no Rio de Janeiro. Em tão pouco tempo já viemos a Garanhuns mostrar o nosso trabalho e isso é gratificante, principalmente por se tratar de um evento tão grandioso como esse Festival. Temos show ainda essa semana e infelizmente não podemos ficar aqui, mas adoramos a cidade e queremos voltar mais vezes", contou.

O Espaço da Dança e do Teatro para a Juventude funciona no Parque Euclides Dourado até o sábado (26), sempre a partir das 16h. Para conferir a programação completa, é só acessar o site do Governo Municipal pelo link: http://www.garanhuns.pe.gov.br/

( Secom - PMG )

SEGUNDO DIA DO PALCO INSTRUMENTAL É MARCADO POR SONORIDADE E POESIA




ORLITO

 
Orlito Blues em sua apresentação
O segundo dia de apresentações no Parque Ruber Van der Linden  atraiu um  público variado e muito participativo. Em uma de suas falas o cantor Renato Bandeira declarou ”O Palco Instrumental do FIG é o mais charmoso pela ligação e proximidade com o público, além da dinâmica e sensibilidade oferecida aos espectadores e devolvida a nós pelos mesmos.” Renato foi a segunda atração da noite que contou também na abertura dos trabalhos com o artista da terra Orlito que trouxe como sempre Jazz e Blues de muita qualidade.


Show do Guizado

Encerrando a noite o quarteto Paulistano Guizado liderado pelo Guilherme Menezes, ele que vem se destacando como trompetista que acompanha os principais nomes da nova geração, da Nação Zumbi a Karina Buhr, de Lucas Santanna a Hurtmold e Curumin. Além disso, lançou um dos discos mais perturbadores destes anos 00, sonoridade nervosa que passeia em Punx (2008), mesclando sons eletrônicos com rock, jazz, hip-hop, dub, MPB, entre outras. O resultado dificilmente agrada quem o ouve pela primeira vez, que pode achá-lo confuso e provocar distração, mas aqueles que dedicarem ao disco algumas audições saem dele um tanto perturbado e atraído pela curiosa e poderosa capacidade de hipnotizar que ele possui. Trompete e sintetizadores, essa mistura da influência do Jazz com “Pitadas” mais eletrônicas resultou no som que agradou bastante os que aguardavam e puderam assistir ao show.


QUISADO






PALCO INSTRUMENTAL NESTA SEGUNDA FEIRA FEZ O POVO CAIR NO FREVO

O Palco Instrumental, no Parque Ruber Van der Linder, apresentou uma programação extra nesta segunda feira fria e sem chuva. A Orquestra Municipal Manoel Rabelo encantou os presentes com duas horas de um repertório vasto e muito rico que sacudiu o público.

Os musicos passearam entre grandes clássicos nacionais e internacionais e ainda contou com a participação especial da jovem Lara, turista oriunda de João Pessoa que cantou sucessos da marrom.
A Orquestra Municipal é uma grande pérola cultivada na atual administração que percebe que a outrora "quebra resguardo" nada mais é de que um belo e grande celeiro de artistas talentosos e com potencial. Bastava ousar.



sábado, 12 de julho de 2014

PREFEITO ANUNCIA INVESTIMENTO DE CERCA DE 130 MIL NA CONTRATAÇÃO DE ARTISTAS LOCAIS PARA O 24º FIG

E depois da posição apresentada pelo Prefeito Izaías Régis (PTB) de que a grade do Festival de Inverno deste ano já esta fechada, pondo fim à possibilidade de que a Prefeitura pudesse movimentar os palcos que ficarão ociosos durante os dias 18, 21, 22 e 23, quando não teremos programações nos palcos do Forró, Instrumental e Pop, o Governo Municipal distribuiu material junto a imprensa registrando que a Secretaria Municipal de Cultura está contratando diretamente para a 24ª edição do Evento, os artistas selecionados pela convocatória municipal, para compor a grade de programação em várias linguagens culturais.

De acordo com a Prefeitura, o FIG irá contar mais uma vez com a participação de músicos, bandas locais e vários artistas que atuam em outros segmentos, como, por exemplo, oficinas, literatura, artes visuais, palestras, moda e design. Ainda segundo o Governo Izaías, a Secretaria também indicou a FUNDARPE, dez atrações da cidade que foram habilitadas pela convocatória nacional para serem contratados pelo Estado, também de diversas linguagens culturais.

De acordo com a Secretaria, o valor total dos cachês ficou em torno de 130 mil reais. Outras atrações locais de alguns CRAS da cidade, instituições municipais e da região, foram indicadas para se apresentarem voluntariamente em alguns pontos do Festival, a exemplo do Casarão das Artes e no Palco da Cultura Popular. É importante registrar que o Governo Municipal investirá cerca de 2 milhões de reais na organização do Evento.

CAMAROTE DA ACESSIBILIDADE - Pelo quarto ano consecutivo, o Festival de Inverno de Garanhuns contará com o camarote da acessibilidade. De 17 a 26 de julho, a estrutura montada na Praça Dominguinhos, antiga Guadalajara, trará atividades inclusivas, vídeos em libras, artesanato e oficina de teatro.



Com capacidade para 45 pessoas, o camarote terá banheiro químico adaptado, intérpretes de libras e segurança. A programação foi dividida em dois momentos. À tarde, o espaço estará aberto para visitação e para as oficinas. Já à noite, estará disponível para que os presentes aproveitem os shows. 

As oficinas serão voltadas para veículos de comunicação da cidade com foco na acessibilidade comunicacional, artesanato e teatro para pessoas com deficiência auditiva, intitulada "Mãos que falam". As inscrições para o camarote da acessibilidade podem ser feitas pelo telefone 3762-7082, a partir da próxima segunda-feira, dia 14, das 8 às 14h.


Carlos Eugenio