segunda-feira, 6 de outubro de 2014

EM ENTREVISTA COLETIVA, PAULO CÂMARA DIZ QUE VITÓRIA É FRUTO DE CONSULTA À POPULAÇÃO


Eleito o próximo governador de Pernambuco com 68% dos votos, Paulo Câmara (PSB) disse, em entrevista coletiva, no Recife, que a responsabilidade para governar o Estado será muito grande. "Mas nós estamos preparados e confiantes para, a partir de 1º de janeiro de 2015, começarmos um trabalho que foi iniciado em 1º de janeiro de 2007, por Eduardo Campos, e que está sendo continuado por João Lyra", afirmou.

Câmara ressaltou o diálogo que teve com a população. "Fizemos uma campanha e um plano de governo ouvindo o povo. A base do que foi feito nos últimos oito anos é fruto desse trabalho", destacou.

APOIO - Quanto ao apoio dado aos candidatos que disputam a presidência, Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), Câmara disse que vai adotar uma postura estratégica. "Nós não tivemos na eleição presidencial o resultado que gostaríamos de ter. Foi vencedora em Pernambuco, mas não foi para segundo turno. Vamos tirar a posição do Estado para ser apresentada à direção nacional", adiantou.

Quanto ao secretariado, o futuro governador de Pernambuco disse que vai iniciar um processo de transição. "Vou me reunir com (João) Lyra. Secretariado é para discutir mais na frente. É hora de discutir transição", resumiu, acrescentando que seu programa de governo será definir o que vai ser prioridade em 2015, 2016, 2017 e 2018. "Foi assim que ocorreu em 2007", disse

Fonte: Ne10 Jc Online
Texto: Jumariana Oliveira
Imagem: Diego Nigro