sexta-feira, 7 de novembro de 2014

PROJETO RECIFE SAGRADO


Foto: Sol Pulquério/ PCR

Para apresentar a visitantes e recifenses os tesouros guardados por um dos mais ricos conjuntos da arquitetura sacra do País, a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo e Lazer, anuncia a estreia do Recife Sagrado. O projeto vai oferecer visitas guiadas a alguns dos mais importantes e emblemáticos templos católicos do Recife.

A princípio, cinco igrejas serão contempladas pelo projeto: Madre de Deus, Capela Dourada, Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos do Recife, Basílica de Nossa Senhora do Carmo e Santa Tereza D’Ávila da Ordem Terceira do Carmo.

Para apresentar aos visitantes a liturgia e os aspectos históricos desses monumentos de arquitetura e acervo riquíssimos, foram treinados estudantes de Turismo, História e Arquitetura pela Secretaria de Turismo e Lazer.

Em cada uma dessas igrejas, que mantêm viva a fé e a cultura do povo pernambucano, uma dupla de estudantes faz o atendimento dos visitantes durante todo expediente de visitação. Ao todo, 16 estudantes foram treinados para prestar informações. Pelo menos metade deles fala inglês. As duplas já começaram a trabalhar desde a última segunda-feira.

A escolha das igrejas foi criteriosa. Esses templos viram a cidade a crescer. E até nortearam nosso desenvolvimento. As primeiras ruas, casarios, praças e pátios que começaram a malha urbana da maior metrópole nordestina tomaram as igrejas como referência fundamental.

A princípio, eram construções simples. No século XVI, ainda como núcleo de pescadores, a freguesia de São Frei Pedro Gonçalves (ou povoado dos arrecifes) tinha uma única e modesta capela, que anos depois viraria a Matriz do Corpo Santo. Mas depois da expulsão dos holandeses, a euforia do povo em honra, louvação e agradecimento à restauração de suas terras fez eclodir a tendência das igrejas artisticamente elaboradas.

A prosperidade barroca proporcionou, então, a construção de grandiosos monumentos artísticos em nome da fé. Em forma de talhas, volutas, altares, cantarias e pinturas, ergueu-se no Recife um dos mais belos conjuntos de construções religiosas do País.


Sobre as igrejas selecionadas para o Recife Sagrado:



Igreja Madre de Deus


Localizada no Bairro do Recife, é considerada um dos mais belos templos barrocos do Brasil. Preciosas talhas ornam o interior do templo. No acervo, imagens raras, como a do Senhor do Bom Jesus dos Passos, que veio da antiga Matriz do Corpo Santo e há mais de três séculos participa da procissão dos passos, nas celebrações da Semana Santa.

Rua Madre de Deus, s/n – Bairro do Recife
Informações: 3224-5587
Visitação: Terça a sexta, das 08h30 às 12h e das 14h às 17h; Domingo, das 08h30 às 12h. 

Capela Dourada

A Capela da Ordem Terceira de São Francisco, construída entre 1696 e 1724, apresenta um dos mais importantes conjuntos de talhas portuguesas no Brasil. É conhecida por Capela Dourada pelo fato de cada polegada de seu interior estar revestida de ouro. Integra o Conjunto Franciscano do Recife e é a única do circuito que cobra taxa de visitação, já que compõem o Museu Franciscano de Arte Sacra.

Rua do Imperador Dom Pedro II, s/n – Santo Antônio, Recife
Informações: 3224-0530 ou 3224-0994
Visitação: Segunda a sexta, das 08h às 11h30 e das 14h às 17h; Sábado, das 08h às 11h30

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos do Recife

Datada de 1630, a igreja foi construída por escravos negros, que queriam um templo tão belo quanto os erguidos pela nobreza, com ricos detalhes nos altares, fachada e imagens de santos negros como São Benedito e São Eslebão. A igreja passou por várias reformas no século XVIII até ficar com o aspecto atual.

Rua Estreita do Rosário, s/n – Santo Antônio, Recife
Informações: 3224-3929
Visitação: Segunda a sexta, das 08h30 às 16h

Basílica de Nossa Senhora do Carmo

Edificada entre os séculos XVII e XVIII, no local onde antes existiu o Palácio da Boa Vista, casa de descanso de Maurício de Nassau, apresenta estilo barroco e é uma das mais representativas igrejas do estado com rico acervo de talhas, imagens e pinturas.

Praça do Carmo, s/n – Santo Antônio, Recife
Informações: 3224-3341
Visitação: Segunda a sexta, das 08h às 12h e das 13h às 17h;

Igreja Santa Tereza D’Ávila da Ordem Terceira do Carmo

Construída em 1710, possui grande conjunto de pinturas dedicadas à vida de Santa Tereza D’Ávila, que cobrem todo o forro e algumas paredes do templo. O autor das imagens foi João de Deus Sepúlveda, também responsável pela obra-prima da pintura barroca pernambucana presente no forro da Igreja de São Pedro dos Clérigos.

Pátio do Carmo, s/n – Santo Antônio, Recife.
Informações: 3224-3356
Visitação: Segunda a Sexta, das 08h às 12h e das 13h às 17h

PCR