quarta-feira, 4 de março de 2015

LAJEDO SE DESTACA NO MES DEDICADO ÀS MULHERES


                Dia 8 de março é o Dia Internacional da Mulher e como forma de homenagear e comemorar, a Secretaria de Saúde e Assistência Social programaram várias atividades ao longo desta semana. Hoje (02) pela manhã, as gestantes, mães, adolescentes e avós da ESF (Estratégia Saúde da Família) Raquel França provaram isso.

 

                 A enfermeira responsável pelo posto, Jéssica Marques iniciou uma palestra com o tema: “Dicas para mulheres, mitos e verdades” em que as pessoas presentes puderam interagir expondo suas dúvidas e sabendo dos procedimentos corretos e úteis à saúde feminina. Em seguida, a farmacêutica Carla pôde orientar quanto à necessidade de atualização e cadastro do cartão do SUS. Por fim, as profissionais de fisioterapia e fonoaudiologia selecionaram algumas mulheres não gestantes que pudessem participar da oficina da beleza com massagem na musculatura facial.

                 Para participar dos serviços que se estendem até domingo, fique atenta à programação divulgada na página do facebook da Prefeitura.
 
 
A programação da Semana da Mulher pelo dia 8 de março está oferecendo diversos atendimentos nos setores que a Atenção Básica oferece em Lajedo. Esta terça (03) foi a vez da Unidade Saúde da Família Luiza Frayjol no bairro Bom Jesus, Olho D’Água dos Pombos e Imaculada.
 
                A enfermeira Vanessa Machado começou a manhã de atividades e serviços com uma palestra sobre câncer de útero que atualmente é a segunda causa recorrente de mortes em mulheres. Teve a participação também da fisioterapeuta que palestrou e convidou ás mulheres presentes a praticarem exercícios de alongamento. A população participou ativamente e o momento foi propício para a interferência da farmacêutica da CAF (Central de Abastecimento Farmacêutico) que esclareceu o fornecimento de medicamentos básicos pelo município, até onde é obrigação do município através da permissão do Estado.
 
               Por fim, as mulheres que estão de parabéns puderam lanchar, ganhar brindes e dar prosseguimento aos atendimentos corriqueiros do posto de saúde, como encaminhamentos, os exames de Papanicolau (citológico) que previna infecções sexualmente transmissíveis e previne HPV e câncer.
                   O posto da comunidade Olho D’água ficou com a responsabilidade de orientar as mulheres quanto à nutrição na saúde. A nutricionista Cilaine pôde explicar que nutrição da mulher não se limita apenas ao emagrecimento. Enquanto na USF Imaculada houve palestra com a psicóloga do NASF, a enfermeira Ana Paula Justino e a dentista Irenice com o tema: Saúde da mulher englobando  saúde mental e bucal.
 
                Esta quarta (04) foi a vez da Unidade de Saúde da Família Isabel Maria da Conceição no bairro Planalto e o Projeto Boa Vida realizarem os serviços especiais do Dia Internacional da Mulher. Além dos costumeiros serviços, houve palestra sobre câncer de mama e útero, entrega de brindes, prevenção e dicas sobre estética facial e corporal.
 
                Na unidade do Planalto, a enfermeira Amanda usou uma prótese de tecido para ensinar o público feminino a fazer o autoexame de toque na mama, e alertou sobre os mitos que envolvem o exame de prevenção, citológico ou Papanicolau como também é chamado. Como alguns cuidados básicos como o controle emocional, evitar o estresse, o uso de protetor solar aplicado a cada duas horas e a ingestão de frutas como a amora e o ovo ajudam a proteger a saúde da pele, evitando o envelhecimento. Esse foi o tema da palestra com a dermatologista Alessandra Santiago, que atende nos postinho.
 
                   A saúde bucal também é um fator que previne doenças que acometem a saúde da mulher, como pôde explicar a dentista Marles Moraes que atende todas as segundas, terças, quartas e sextas-feiras na USF Planalto.
 
                       O projeto Boa Vida acolheu grande público, como de costume, através das palestras com as enfermeiras Eryssandra, Joanna e Nadja responsáveis por enfatizar que no ano passado em Pernambuco as estatísticas do INCA (Instituto Nacional de Câncer) apontavam 2.450 novos casos de neoplasia maligna na mama feminina, seguida por 970 casos de câncer de colo de útero. E na estimativa do biênio são 57,1 mil novas mulheres com câncer de mama no Brasil.
 
               Para finalizar a manhã de atividades, a psicóloga do NASF, Ellen Fernanda introduziu a questão do diagnóstico precoce, e as mulheres presentes participaram de um bingo e receberam lembrancinhas.