quinta-feira, 25 de junho de 2015

SECRETÁRIO DE SAÚDE DE GARANHUNS PODE PERDER CARGO A QUALQUER MOMENTO

 

                 O segundo secretário de saúde no governo Izaías pode perder o cargo a qualquer momento por não ceder pressão de alguns membros do município. Ao chegar no cargo, Arlindo Ramalho agradeceu ao prefeito pela oportunidade e informou que iria trabalhar para o bem da sociedade, mas passados alguns meses, Arlindo viu que existe, como em vários governos, o chamado círculo vicioso, ou seja, pessoas que pensam que mandam mais que o chefe do poder executivo e acabam pressionando por cargos, exames e até impõem ordens quando o secretário se nega a fazer o que foi pedido.

        O primeiro secretário Arley, pode ter sofrido a mesma pressão e acabou saindo pelo mesmo motivo. A pior situação é que, mesmo querendo melhoras a saúde, o prefeito Izaías Régis pode trocar novamente de secretário pelo ambiente pesado que está no local. 

                O interessante é que as pessoas que estão se utilizando da saúde do município, são alguns vereadores, funcionários da prefeitura e até aqueles que não tem cargo mas tem forte influência do governo. Uma fonte segura chegou a falar que a demora para a liberação de um simples exame acontece porque esses pedidos são muitos e a cota de cada mês acaba rapidamente.


                  Por ser contra esses pedidos, o secretário Arlindo Ramalho poderá sair do cargo, segundo a fonte a situação ficou insustentável quando algumas pessoas saíram e o profissional ficou só dentro da pasta.  A pressão é grande em cima do prefeito que, para não se desgastar com muitos pode trocar de chefe de pasta para acalmar os ânimos que estão bastante exaltados na saúde de Garanhuns.

do blog de Eduardo Peixoto

http://blogdoeduardopeixoto.blogspot.com.br/2015/06/secretario-de-saude-de-garanhuns-pode.html


CONOSCO: Não é de hoje que se comenta em Garanhuns esse "poder" desmedido de algumas pessoas próximas ao chefe do executivo que, por sua vez, luta por uma cidade melhor, mais bela e desenvolvida. Esperamos, de verdade, que essas rusgas sejam desfeitas e que essas pessoas, caso existam, aprendam que Garanhuns não tem dono. É livre, e absurdos como esses podem vir a desgastar, inclusive, o prefeito e o futuro da cidade.