terça-feira, 21 de junho de 2016

ÁLVARO PORTO DENUNCIA: "NÃO PRETENDO VOLTAR A ESTA TRIBUNA LAMENTAR PELA NEGLIGÊNCIA QUE VEM MATANDO O POVO PERNAMBUCANO"

           

           As seis mortes ocorridas nesse domingo, dia 19, em acidente automobilístico na “Ponte da Morte” localizada na PE-177, em Canhotinho, levaram o deputado Estadual Álvaro Porto (PSD) a se posicionar e cobrar mais  empenho do Governo do Estado em sinalizar a rodovia e garantir segurança dos condutores que trafegam pela área.

       Em discurso na Assembleia na tarde de ontem, dia 20, o Deputado destacou que desde 2009 cobranças vem sendo feitas aos gestores estaduais, mas sem resultado. Lembrou que quando o Governador Paulo Câmara esteve em Canhotinho em março deste ano, mostrou a Ele, pessoalmente, os riscos oferecidos pela ponte e pediu urgência na sinalização. “É impossível não me indignar e me associar aos milhares de moradores do Agreste Meridional, que estão exigindo uma atitude do Governo do Estado. Nas cidades, nas redes sociais e nas conversas, a queixa é geral. As pessoas estão, com toda razão, absolutamente revoltadas. E já ameaçam, inclusive, interditar a estrada e realizar, ela própria, o que o Estado não faz”, disse Porto.

           De acordo com o Deputado, há quem planeje quebrar o asfalto para colocar tartarugas e até mesmo fazer uma lombada física nas proximidades da Ponte. “Tenho conversado com as pessoas e pedi para que elas deem um prazo de uma semana para o Estado solucionar o problema”, acrescentou. “Em nome da população do Agreste Meridional, evitem novas mortes e que mais famílias sofram com o fim trágico dos seus entes queridos. Se não querem dar ouvidos a quem representa a Região aqui na Assembleia, pelo menos se atentem aos pedidos dos moradores e ofereçam o mínimo de segurança a quem precisa trafegar pela PE-177”, bateu forte Álvaro Porto, que é aliado do Governador Paulo Câmara.

GOVERNADOR DÁ ORDENS E OS SECRETÁRIOS NÃO CUMPREM –

 Em seu discurso, o Deputado frisou que, após ter conversado com Paulo Câmara foi recebido em audiência pelo secretário de Transportes, Sebastião Oliveira. Logo depois, técnicos do DER chegaram a ir ao local. “Foi anunciado que a sinalização ia ser feita e que a lombada eletrônica tinha entrado na lista de prioridades do órgão. Mas, as promessas não andaram. E por que isso acontece? Ao que tudo indica, o governador dá ordens, os secretários não cumprem e tudo fica por isso mesmo”, ironizou. O Deputado encerrou afirmando esperar que suas críticas e apelos surtam algum efeito. “Não pretendo voltar a esta Tribuna para, de novo, ter que denunciar, cobrar, protestar e lamentar pela negligência que vem matando pernambucanos”, registrou o deputado Álvaro Porto. (Com informações da Assessoria e Imagens: Rinaldo Marques/ALEPE)