domingo, 25 de junho de 2017

FÁBIO ASSUNÇÃO DIZ, EM REDE DE RELACIONAMENTOS, QUE SENTE MUITÍSSIMO O QUE OCORREU EM ARCOVERDE E NEGA USO DE DROGAS

                
                  Após a confusão que ocorreu na madrugada do último sábado, dia 24, em Arcoverde, o ator Fábio Assunção lamentou o incidente que culminou na sua detenção e numa audiência de custódia, na qual o ator foi autuado pelos crimes de desobediência, desacato à autoridade, resistência à prisão e dano qualificado ao patrimônio público, por depredar uma viatura da PM.

"Lamento muitíssimo o ocorrido em Arcoverde. Era uma noite de celebração. Tínhamos acabado de exibir nosso documentário filmado no Sertão pernambucano no palco principal do festival de São João. Então fomos com a equipe confraternizar e a situação saiu do controle. Infelizmente aconteceu uma briga. Errei ao me exceder. Não fiz uso de nenhuma droga ilícita - o que será comprovado pelo exame toxicológico que eu mesmo pedi para ser feito. Serei responsável pelos danos causados. Agora estou bem. Agradeço pelas tantas manifestações de carinho e apoio que recebi. Peço a todos sinceras desculpas. Não é fácil, mas reconhecer meus erros e procurar sempre aprender com eles é o que eu desejo", diz. O artista já teve problemas com dependência de drogas, chegando inclusive a ficar afastado do trabalho por causa disso.




              O ator estava em Arcoverde com a namorada, a atriz Pally Siqueira, para fazer o lançamento da primeira versão do documentário Samba de Coco que mostra depoimentos dos artistas símbolos desse ritmo naquele Município, como seu Assis, a família Calixto (do Coco Raízes de Arcoverde), Mestre Gomes, do Samba Trupé, e Dona Severina, das Irmãs Lopes. Fábio está na próxima série A Fórmula que vai estrear em julho na TV Globo. 

Com informações do Jornal do Commercio.