sábado, 6 de setembro de 2014

SUSPEITA DE NEPOTISMO E PAGAMENTOS iRREGULARES A SERVIDORES DA CÂMARA DE GARANHUNS LEVAM MP A ABRIR INQUÉRITO

Dois inquéritos civis foram instaurados pela 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns  no último  dia 02 de setembro e têm como objetivos apurar duas denúncias contra  a Câmara Municipal de Garanhuns, no agreste meridional:
A primeira foi protocolada pelo ex-vereador Geraldo Ferreira de Lucena e diz respeito a uma possível prática de nepotismo naquela casa legislativa,
 A outra, anônima, pede para que o MP investigue possíveis irregularidades no pagamento de vencimentos a servidores que não prestam efetivo serviço à Câmara Municipal de Garanhuns.

O resultado de um inquérito civil pode ser a proposição de uma ação civil pública, uma recomendação expedida pelo MP, a mediação de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) ou o simples arquivamento, caso não se comprove que os fatos relatados na denúncia sejam verdadeiros
(V&C Garanhuns)