sexta-feira, 19 de junho de 2015

SIVALDO ALBINO REBATE ACUSAÇÕES DE GERSINHO FILHO

A nota publicada pelo Vereador Gersinho Filho que tenta atingir de forma gratuita minha atuação parlamentar é repleto de inverdades e indigna de ser publicada pelo Presidente de um Poder Legislativo.

Sivaldo Albino
 

                  Na nota o Presidente da Câmara Municipal de Garanhuns me acusa de votar contra o desenvolvimento de nossa Cidade, alegando:

"1- Alega o Presidente que este Parlamentar votou contra a doação de dois Terrenos a Empresas de Garanhuns que irão se instalar na CIELA: Dos Fatos: A Prefeitura Municipal de Garanhuns tem encaminhado diversas doações para Empresas de Garanhuns se instalarem na CIELA que será implantada na Cohab 3, e este parlamentar sempre votou a favor de todas, inclusive o próprio Prefeito Izaias Régis tem feito elogios em atos públicos e entrevistas por toso os vereadores aprovarem esses projetos, até o momento em que foi a tona que o antigo proprietário dos terrenos que vendeu a Prefeitura, teria vendido também a outras pessoas alguns lotes, fatos esses que tem causado conflitos no Ministério Público e na Justiça Comum, pois algumas pessoas que foram lesadas estão reivindicando seus direitos.

              Diante disso, solicitei ao Líder de Governo que fossem retirados esses projetos de Pauta até que o Ministério Público se manifestasse a respeito do fato, para que possamos doar os terrenos com a consciência tranqüila, mas infelizmente o líder do Governo não atendeu meu pedido, colocando os Projetos em votação. Votaram contrário a Matéria do projeto nº 029/2015 eu e a Vereadora Nelma (que não foi citada na nota do Presidente). Na 17ª Reunião Ordinária eu (Vereador Sivaldo Albino), Vereadora Nelma e os Vereadores Paulo Leal e Claudio Taveira (que também não foram citados pela nota do Presidente) também nos posicionamos contrário a outras doações, pois entendemos que não seria prejuízo nenhum se o líder do Governo atendesse nossa solicitação e deixassem os Projetos em pauta até que esta questão fosse resolvida. Apelei a alguns deles que desta forma que estamos fazendo iremos transferir para as empresas que estão recebendo os terrenos um problema desnecessário, pois irão fazer seus investimentos enquanto algumas pessoas estão questionando os lotes recebidos por eles na justiça.

              Foi levado ao conhecimento de todos que uma Empresa de Garanhuns já estava construindo desde o mês de fevereiro um galpão sem nem mesmo o Projeto de doação para esta empresa ter chegado a Câmara, e o pior que a quadra que esta Empresa recebeu o terreno existe pessoas que compraram e já tinham cercado seu terreno nesse local. Quando questionei em plenário essa postura da Empresa já haver construído e só depois o projeto de doação ter chegado a Câmara, fui ironizado por um Vereador que citou “Ele invadiu e nós estamos regularizando”, uma frase de forma desrespeitosa com o povo de Garanhuns que o elegeu para legislar de forma correta. Tenho dito nas reuniões não quero votar contra nenhuma doação, mas desta forma não irei compactuar com a coisa errada. Isso qualquer Cidadão pode comprovar solicitando os áudios das reuniões.

2- Também me acusa a nota que sou contra ao desenvolvimento educacional por me opor a doação do terreno do Colégio Municipal a AESGA: Dos fatos: Mais uma vez a nota trás inverdades grotescas a minha pessoa, em momento algum eu (Vereador Sivaldo Albino) me posicionei contrário a este Projeto uma vez que a AESGA já ocupou todas as instalações do antigo Colégio Municipal e concordo com a regularização do Terreno em favor daquela Autarquia, agora sou contra a doação da área onde está localizada a Quadra do Municipal, entendendo que aquela Quadra é um Patrimônio dos Desportista de Garanhuns e defendo inclusive com aprovação de Requerimento a conclusão da obra (que foi prometida pelo Prefeito inclusive durante campanha) para que seja utilizadas pelos desportistas e pelas Seleções de Garanhuns de Voleiboll, Futsal, Handebol e outras modalidades esportivas. Cobro também a construção do novo Prédio do Colégio Municipal que já foi Licitado, dado ordem de serviço e até o momento a obra não começou, inclusive o terreno onde iria ser construída a obra foi doado ao SENAC através da Lei nº 4087/2014.

                  A nossa atuação como OPOSIÇÃO tem sido de forma RESPONSÁVEL, buscado resolver problemas e combater alguns desmandos que a atual Gestão tem cometidos, muitas vezes ajudando e orientando, a exemplo das Publicidades das paradas de ônibus que alertamos a Administração a necessidade de uma Licitação, da Licitação da Xerox que o Ministério Público recomendou e o que a Administração Municipal reincidiu o contrato com a empresa vencedora, como também termos se posicionado contra o Aumento da Taxa de Iluminação Pública, a Criação de novas Taxas para os Comerciantes de Garanhuns pagar e tantos outros assuntos que na Câmara Municipal de Garanhuns tenho defendido os interesses do Povo e não do Prefeito como fazem alguns mesmo que seja na irregularidade.

                      É lamentável que uma Nota dessa natureza cheia de inverdades venha à pública, e o pior emitida pelo Presidente de um Poder Legislativo que deveria prezar pela VERDADE E LEGALIDADE, mas infelizmente a Câmara Municipal de Garanhuns vive momentos obscuros a exemplo da Irregularidade da Votação do Projeto que tirou o Abono Educador dos Professores que até hoje a Presidência daquela Casa nega informações a este Parlamentar no intuito de tentar buscarmos a verdade.

                  Seria bom em forma de Sugestão ao meu Sobrinho e Vereador Gersinho Filho procurar Administrar o Poder Legislativo de Garanhuns, tomando as rédeas e decidindo pelo Certo, Legal e o que for do interesse do Povo de Garanhuns.

Sivaldo Albino
Vereador "

 Entendendo o ocorrido:

Gersinho Filho diz que Sivaldo Albino vem votando contra o desenvolvimento de Garanhuns

Vereador Gersinho Filho

            "O Vereador Sivaldo Albino (PPS) votou contra os projeto de Lei n° 029/ 2015 e n° 030/2015, que propõe a doação de alguns terrenos para a implantação da nova Célula Industrial Empresarial Logística Ampliada (Ciela) de Garanhuns, que tem como objetivo aumentar o desenvolvimento econômico do município". A afirmação é do presidente da Câmara Municipal, Gersinho Filho, (SD) em nota enviada à imprensa local.   

          Segundo Gersinho, a sessão foi realizada nessa quarta-feira (17) na Câmara de Vereadores e Sivaldo foi o único parlamentar a votar contrário a um projeto que, segundo o parlamentar, irá gerar emprego e renda para a população. "Sugerimos que o vereador Sivaldo tenha mais prudência nessa incontida vontade e forma de criticar por criticar, porque a sociedade sabe discernir e comparar as críticas inconsistentes. Se opor ao interesse do bem coletivo não é fazer oposição é não  reconhecer que um projeto oferecerá mais emprego e geração de renda para o povo", comentou Gersinho.  

             Na Ciela serão instaladas 34 novas empresas. Serão gerados 1.233 empregos diretos e 1.145 empregos indiretos em diversos segmentos como nas áreas de metalurgia, construção civil, vestuário/confecção, alimentício, mineração, empresas de eventos, serraria, centro gastronômico (SENAC), manufatura de bicicleta e indústria de fabricação de sofá. Mais de R$ 23 milhões deverão ser investidos pelos empresários com equipamentos, construção e instalações físicas.  

            Ainda de acordo com o vereador Gersinho Filho é esperado que haja um crescimento gerado pelo incentivo fiscal, expandindo além dos empregos, o acesso à renda e com isso melhore a qualidade de vida da população.  "Não é a primeira vez que o vereador Sivaldo Albino tenta inibir o crescimento de Garanhuns. O parlamentar também se mostrou contrário ao desenvolvimento educacional de nossa cidade. O socialista se opôs a doação de área do Colégio Municipal para a ampliação da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (AESGA). Sem lembrar que a AESGA também faz parte do patrimônio de Garanhuns", disse Filho.




Assessoria de Imprensa